Luana dias schuarcz

Encontrados 4 pensamentos de Luana dias schuarcz

A vingança não é um prato que se come frio, não tem gosto de requentado,,, vingança é servida na taça, é engarrafada na data do desafeto, guardada em nossa adega de rancores, e quando chega o grande dia, o dia da desgraça alheia, estouramos a rolha e antes de beber, nos banhamos,,,

Luana dias schuarcz

Exitem dois tipos de homem, o idiota com chance de reabilitação e o e o babaca incurável, só não descobri ainda como perceber a diferença antes, só depois. Já o canalha não é uma categoria é um sinônimo, feliz a mulher que aceita isso.

Luana dias schuarcz
30 compartilhamentos

Homem com barda não é conquistado, é desbravado e colonizado, é serviço pesado, braçal, para chegar em seu coração tem que derrubar a floresta, construir uma ferrovia e contornar montanhas. Exige tempo, suor, um machado e muita paixão.

Luana dias schuarcz
Inserida por lschuarcz

Paixão colorida

Você adora azul, todos a sua volta são azuis, a comida é azul, a cortina é azul o cachorro é azul. De repente alguém entra na sua vida e é amarelo, você nem sabia que existia amarelo no mundo, seus pais não te prepararam para o amarelo, não tem amarelo escrito na bíblia e na escola seu giz de cera era azul.
Tudo que é azul desaparece do ambiente, você só consegue ver o amarelo andando, o amarelo comendo, o amarelo tossindo. Os azuis olham para o amarelo com um olhar de desconfiança, deboche, abominação,,, Como se ele estivesse carregando um réptil gigante no colo, lambuzado de fezes amarelas.
As velhas azuis de vergonha, fecham as cortinas de suas casas, as mães azuis de medo, chamam as crianças para dentro e os maridos azuis de ciúmes, levam suas mulheres embora.
Só sobra você e o amarelo, e quando um olha para o outro
se apaixonam pelo contraste, você azul, descobre como é bom ser amarelo, e o amarelo descobre como é bom ser azul. Mas com o tempo você quer tornar o amarelo azul, e o amarelo quer que você deixe de ser azul para ser amarelo! Então, pelo mesmo contraste da paixão se odeiam, mas já era tarde demais, até onde um foi na vida do outro ficou verde, nem azul como antes nem amarelo, mas verde, e um verde específico, particular único, único da junção dos dois. O bar, a comida, a cama, o cachorro, tudo ficou verde,e por onde passassem saberiam, lembrariam que ali estava a mistura da suas vidas,,, Nunca mais seriam da mesma cor.

Luana dias schuarcz
Inserida por lschuarcz
1 compartilhamento