Leninha Alves

1 - 25 do total de 61 pensamentos de Leninha Alves

A lua está cheia...
Eu estou cheia...
Até meu cachorro está cheio.

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Até meus desejos são menores do que eu desejaria se podesse escolher o que desejar.

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Eu vivo hoje
sem me preocupar com amanhã
Coitado de quem me acompanha...

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Desaprendi a ler
ando muita destraída
acho que me apaixonei

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Adoro flores de cinco pétalas
porque elas sempre acabam em bem-me-quer

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Não me dou com essas pessoas q só relatam fatos
Estou cheia desse mundo pequeno e concreto
Prefiro os loucos viajantes...

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Eu ja morri de amor e tô aqui contando história.

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Eu hoje gostaria de ter conversado sobre abstração, universo, ângulos ou visões... Mas so encontrei sacos vazios que insistem em ficar de pé.

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Olhando meu reflexo
reflito perplexa:
Serei outra?

E meu reflexo perplexo reflete:
Serei ilusão?

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Tô de mal com meu jardim
Dou a vida por ele
e cadê que ele cuida de mim?

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Tenho a sensação de nada...
Caminho sem chão...
Blues no silencio...
O estranho sentimento de que vivi sem passado
E de que tudo estar por vir

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Olho pela porta de vidro e me vejo la fora
esperando por mim

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

O GATO
Há um gato imundo na calçada, molhado, magro. Gato de rua. Gato como outro. Olhar sedutor de gato. Se ele tivesse sorte eu o levaria pra casa. Se ele tivesse sorte não estaria aí: imundo.

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

TRAÌÇÂO
No espaço que parece vazio da cama, estão as putas do meu marido.

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

ABRAÇO: doce veneno de matar saudade.

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

É essa queda por poetas
Que me faz chegar ao fundo
Quando eu tento me erguer
Giovani me derruba
Com o menor sarau do mundo

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Tem dia que a gente está tão à toa
que se assusta toda hora
rir de qualquer besteira
se emociona com qualquer cena
se irrita com o jornal
se explica pro cachorro
enxerga as plantinhas
procura lua branca do dia
e segue o vento

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Regar o amor com alcool
O amor cresce que é uma beleza!

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Nem de Marte
Nem de Vênus

De Lua

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

No meio do poema
faleceu o mosquito
asas na palavra amor
pernas na palavra grito

Leninha Alves

No ronco alto do trovão
descobri que o inverno dorme
no verão

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Quando me vi
aos cacos no chão
senti vontade de chorar
por conta da minha distração
ganhei sete anos de azar

Leninha Alves

São esses intervalos entre as palavras
que dão sentido a conversa
o silencio explica
o silencio acusa
o silencio grita

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Podia ser ser de terra
Podia ser de ar
Podia ser de fogo
Mas escolheu ser de mar
E assim é
De mar
Ed
mar

(Para meu amigo Edmar)

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves

Cai feio assumo
Mas não foi culpa do fumo
Cai mesmo confesso
Mas não pelo alcool em exesso

(...)

Leninha Alves
Inserida por Leninhaalves