Júlia Blumer

Encontrados 12 pensamentos de Júlia Blumer

Amizade são peças fundamentais para se montar o quebra-cabeça que se chama vida.
Por isso, veja como vai montá-lo, a "qualidade" das peças, e não quantidade...

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

O amor é aquilo que mesmo com os pés no chão,
Alcançamos as estrelas,
e vivemos no mundo da lua.

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Paixão é algo incrível,
Amor é algo indiscutível.

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Sinto algo que me entorpece,
Sinto algo que me estremece,
Sinto meu coração acelerar,
Sinto que estou sem ar,
Sinto-me sem chão,
Sinto meu coração em explosão;
Sinto enfim,
Um amor sem fim!

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Do teu olhar fiz poesia
Do teu sorriso paisagem
Do teu andar fiz meu caminho
Da tua presença a ausência de mim mesma
Da tua ausência a falta da minh'alma
Dos nossos momentos fiz minha vida
Da minha liberdade me prendi a você
Do meu amor tu tens a chave
Que só a ti pode pertencer

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Você é minha paz, meu refúgio, onde esqueço dos problemas, onde o mundo para, onde o tempo não existe.

Júlia Blumer

Aproveite a vida porque ela é curta,
e o hoje jamais voltará.

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Só te peço que todo dia quando acordares, lembre-se de que um dia te fiz feliz.

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Porque és assim, meu pensamento mais doce.

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Sinto-me no vazio breu da noite
Minh'alma grita por socorro, mas ninguém pode me ouvir
As paredes se encolhem contra meu pequenino corpo que tenta escapar em vão.

Onde está a luz? No fim do túnel, talvez?!
Mas, onde está o fim deste infinito túnel?!

Minhas lágrimas frias viram estrelas neste obscuro caminho e me serve de guia para me mostrar por onde já andei.
O grito da garganta está preso, tem medo de sair, de se mostrar, de tornar tudo pior.

Sento ao chão, solitária, desprotegida e sem direção.

Fico aqui, aguardando a mão que virá arrancar toda escuridão, que na verdade, habita em mim.

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Tu és fogo que não se apaga, me queima;
Tu és a calmaria de um furacão;
Tu és o compasso do coração;
da dança;
da chuva;
da alma;
Tu és brisa da manhã;
Tu és a agitação que me acalma;
Tu és apenas tu - do que preciso.

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER

Pensei ter amado,
pensei ter vivido,
pensei saber,
pensei muito...
Na verdade não sabia de nada
até você chegar;
se aproximar;
me tomar;
e tudo aquilo que pensava já não está apenas no pensamento,
mas escrito em algum lugar do tempo.

Júlia Blumer
Inserida por JULIABLUMER