John Lopes

Encontrados 15 pensamentos de John Lopes

A chuva consegue trazer sensações instantâneas, uma das é a saudades. Saudades aquelas de está ao lado do seu bem amado, abraçando, enrolados , beijando ,abraçando, toques suaves. Ah! chuva só você consegue.

John Lopes
Inserida por JohnMateus

Independente do que aconteça estaremos juntos para sempre, onde for, o que acontecer, o que houver … eu te amo.

John Lopes
Inserida por JohnMateus

E a incerteza de que amanhã não posso lhe ver,não me deixa dormi .

John Lopes
Inserida por JohnMateus

Posso ser apaixonado, louco, alucinado, o único que te entendi, que te suporta, que te liga quando está prestes a dormi, que pensa em você a cada 10 segundos, que fala bem de ti pela as tuas costas, mas eu não sou idiota, você não vai me enganar você, pois posso ser tudo, menos cego, o que construir em anos pode destruir em segundos, e saiba SOU VINGATIVO! Então cuidado ao tentar me enganar ou me por de lado, pois não te tratei como prioridade para ser tratado como opção.

John Lopes
Inserida por JohnMateus

Pensamos que o tempo leva os sentimentos que deixamos de lado , como se estivessem em armários, mas, quando procuramos os sentimentos que deixamos guardados no armário e eles estão intactos sem nenhum rompimento, sem nem se quer cheio de teias de aranha. O ódio de te amar tanto que nem mesmo o "tempo", aquele cujo sua maior qualidade é apagar (diminuir, abafar, retrair, congelar, ignorar, esconder...) esses sentimentos quais queremos nos livrar e às vezes de nada adianta, pois quando voltamos atrás a ver os sentimentos "velhos" eles estão lá intactos!

John Lopes
Inserida por JohnMateus

Ele pergunta: Quando foi a ultima vez que pensou em mim?

Respondo: 3 segundos. antes de você chegar.

John Lopes
Inserida por JohnMateus

Eu já ouvi: Eu te amo , Eu te quero para sempre em minha vida , Eu vou cuidar de você , eu quero sua amizade para sempre, eu te adoro , eu confio em você, eu sinto que nossa amizade é verdade ... Que hoje em dia nem olham mais na minha cara.

John Lopes
Inserida por JohnMateus

O pior de se ouvir em uma ligação : Ei , espera ai que eu vou atender outra ligação..

John Lopes
Inserida por JohnMateus

O tempo não me deixou escolha, tive que sair, tive que procurar algo a mais para mim , mas ainda hoje sinto as consequencias da minha escolha, mas não me arrependo pois não quero alguém que me leve para trás e sim alguém que me dê uma alavancada na minha vida.

John Lopes
Inserida por JohnMateus

Cuidei dele desde sempre, cuidei dele mais do que eu cuidava de mim, já tirei da minha boca para por na boca dele, já fiz de tudo e que jamais nenhum ser humano iria fazer o mesmo por ele. Fiz com que chegasse a ser um adulto, e como todo adulto tivesse responsabilidade e que fosse uma pessoa digna do meu eternamente respeito.

Peguei-me pensando sobre o futuro e percebi que me apeguei demais a ele. Quero muito o seu bem, quero que faça uma faculdade, construa uma família e o mais importante é que seja bastante feliz.

E cheguei à conclusão que um dia não poderei mais tomar conta dele, pois ele vai ter que seguir seus próprios passos e construir a sua vida do mesmo jeito que construir a minha. Percebi que um dia ele vai ter quer sair de casa… Mas sabe que mesmo não morando na minha casa, ele tendo um apartamento com o maior sistema de segurança ele sabe onde é a sua segurança máxima. Sim é aqui nos meus braços, nos abraços de uma Mãe, pois mãe ama o seu filho incondicionalmente.

Amor de Mãe pode ser o mais velho que seja, mas é simplesmente inapagável. - amor de mãe

John Lopes
Inserida por JohnMateus
1 compartilhamento

O pior de tudo é que eu sinto ciúmes, que finjo não ligar, não perceber, até mesmo reparar em algo irreparável, mas sabe que por dentro estou lutando contra algo que jamais pensei em mudar, em cutucar, pois o que tenho dentro de mim não é um extinto e sim leão. Um leão que apenas tem vontade de devorar e destruir quem mexe com ele, isso é o meu ciúmes.

John Lopes
Inserida por JohnMateus

Bem como esperado de pessoa covarde, se afugentar na primeira dificuldade que aparece.

John Lopes
Inserida por JohnMateus

Aquele que me dá forças, que me faz rever conceitos impensáveis, que me faz até parar de falar, que me faz escutar, que me faz sentir algo que jamais pensei em sentir momento que tenho que nunca teria com outra pessoa, pois são únicos, o que me trás às palavras certas nos momentos certos, que me faz transpirar de coragem para lutar, buscar e conseguir. Aquele que jamais nem ao menos ter o tocado, nem ter sentindo o seu toque apenas aquele que através do PC conseguiu conquistar o que aqueles que estão bastante próximo tentaram e não conseguiram aquele que mesmo através das dificuldades já apresentadas no nosso caminho jamais me desamparou, nunca me deixou sozinho, nunca me deixou desconsolado, posso contar contigo, sei que posso, às vezes pensei que o destino estava de brincadeira comigo: POXA ele tirou a pessoa que eu mais queria de próximo de mim, mas ele apenas me mostrou que a distância não destrói apenas fortaleceu aquilo que nos chamamos de amizade, de amor de carinho que temos um com outro… É meu amigo (futuronamorado) eu te adoro mesmo

John Lopes
Inserida por JohnMateus
1 compartilhamento

Sou uma garota normal, ruiva, estatura mediana e magra… Que cresci dentro de uma realidade totalmente distinta da que vivo hoje. Nasci e fui criada em uma religião altamente rigorosa em questão de namoro, só podíamos beijar na boca de um rapaz aos 21 anos de idade e se o mesmo fosse de família que tinha algum membro da nossa religião, então obedecendo às regras cultas da igreja, hoje tenho 19 anos, terminei o ensino médio, curso medicina veterinária em faculdade pública, que fica próximo a minha casa, minha casa é uma casa humilde, onde mora apenas eu, meu irmão Tony (Toninho), 20 anos, noivo de Angelia que também é da igreja.

22 de Outubro, um dia aparentemente normal para mim, voltando da faculdade umas 16h52min passo sempre por frente uma favela onde está sempre um rapaz de blusas apropriadas para o ambiente onde ele convive, algo me chamou atenção, é que ele sempre usava o mesmo boné e sempre parado no mesmo local, embaixo de um alpendre próximo ao telefone público, todos os dias, na mesma hora…

25 de Outubro - Estavam voltando para casa, era sexta-feira, estava entusiasmada, pois amanhã não haveria aula e hoje iria para o culto da noite, já que a faculdade comia muito do meu tempo, então iria apenas ao final de semana. Passei por frente à favela de novo, o rapaz estava vindo em minha direção, parou de frente a mim, centímetros de distância do meu rosto estava o dele, me olhou profundamente dentro dos meus olhos e me disse: - Olá meu nome é Gustavo. Apenas respondi com um singelo sorriso entreaberto no canto da boca. Deu-me um beijo no meu rosto e logo se afastou.

Hoje já é domingo, estava enlouquecida, pois queria ir para faculdade para na volta ver o Guga (já até dei apelido carinhoso) - risos

29 de Outubro - Aniversário da minha mãe, caminhando em direção à faculdade, passei por frente à favela, me pus a virar para frente à favela, olhando às vielas que ali se encontravam, marcas de sangue estavam espalhadas em todas elas, parecia que tinha acontecido, um massacre. Quando me virei para continuar o meu caminha diário, vejo Gustavo na minha frente novamente a centímetros de distância, levei um susto, claro. Mas não liguei, pois Guga - risos - chegou perto da minha boca e me olhou dentro dos meus olhos e me disse: Que vontade de ter em meus braços, ruivinha… Novamente sorri entreabertamente e não resistir de um beijo em Gustavo passará o dia ali com ele, nem se quer lembrei-me da comemoração do aniversário da minha mãe, em uma casinha simples que ele alugou para morar ali, percebi que o amor não tem barreiras que ele pode ser encontrado nos locais mais impróprios.

Hoje - Gustavo virou devoto da minha Igreja, casamos, após várias sessões à laser Guga apagou as tatuagens que tinha no seu corpo, meu pai o convidou para morar conosco e o preconceito que a minha família tinha contra os moradores da Favela foi completamente banido pelo o comporto de Guga para com eles no dia que foi apresentado oficialmente como meu noivo. Casamos-nos tenhamos três filhos, onde um deles tem síndrome de down, mas isso não nos abalou e continuamos felizes, até o dia que chegou a falecer , de câncer no fígado , antes de me conhecer ele era Usuário de drogas e viciado em bebido alcoólatra… Infelizmente, mas às lembranças boas e ruins continuaram Onipresente na memória da minha família e dos meus filhos, em pensar, olhava para ele com um olhar de desprezo por que morava ali na favela, meu, qualquer pessoa pode mudar, apenas dê uma chance, mas mostre firmeza e que você acredita na possibilidade da pessoa mudar. Acredite , lute , persevere.

John Lopes
Inserida por JohnMateus
1 compartilhamento

O beijo sempre cala uma boca, mas tira tudo o que você precisa saber sem ser dito uma palavra.

John Lopes
Inserida por JohnMatues