Ítalo do Couto Ferreira

1 - 25 do total de 47 pensamentos de Ítalo do Couto Ferreira

Às vezes, ficamos com a cabeça tão cheia de preocupações, tentando controlar tudo e prever todas as situações... pensando somente no "se", que acabamos perdendo a melhor parte da vida, o "agora". Carpe diem!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Segundo Platão, originalmente, os seres humanos tinham duas faces, quatro braços, quatro pernas... e eram felizes assim, completos! Porém, desafiaram os deuses, que os puniram dividindo-os em dois. Separaram os humanos, que eram andrógenos, de suas metades. Ele diz que cada um de nós, enquanto separados, está sempre buscando a outra metade. É a natureza humana.

"É então de há tanto tempo que o amor de um pelo outro está implantado nos homens, restaurador da nossa antiga natureza, em sua tentativa de fazer um só de dois e de curar a natureza humana. Cada um de nós portanto uma téssera complementar de um homem, porque cortado com os linguados, de um só em dois; e procura cada um o seu próprio complemento" (Platão - O Banquete).

Quando as duas metades se encontram, eles se perdem mergulhados em uma explosão de amor... amizade... intimidade... Sensações tão extraordinárias, que eles não querem mais se separar, sentem a vontade de se fundirem novamente em uma só carne. É assim que se deseja quando se encontra a cara-metade, porque éramos completos... e essa busca pela totalidade se chama amor (eros).

Contudo, Platão nos adverte que só se ama o que não se tem. O objeto do amor sempre é solicitado, mas está sempre ausente. Quando julgamos alcançá-lo, escapa-nos entre os dedos. Essa nossa inquietude na origem do que se busca, o amor... amor daquilo que nos falta, pois o "que deseja, deseja aquilo de que é carente, sem o que não deseja, se não for carente" (Platão - O Banquete).

Sendo assim, porque sou carente do seu amor é que te desejo! Uma vez que não é completamente minha, serei para sempre seu! Te amo!

Ítalo do Couto Ferreira

Em essência, nós, seres humanos, dependemos um do outro. E o que chamamos de amor é muito limitado. Nós procuramos uma pessoa ideal para amar. Não alguém, simplesmente, digna de ser amada por suas próprias virtudes, mas alguém que personifique o ideal de amor formado por nossas crenças sociais. O pior de tudo é que, em nossa arrogância, pensamos que o amor está sob o nosso controle... e não o contrário.

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

No dia 1º de dezembro de 2003, mesmo dia do aniversário da Academia de Polícia Militar D. João VI, concluí o Curso de Formação de Oficiais e fui declarado Aspirante a Oficial PM, trocando o espadim de Tiradentes pela minha espada, símbolo do oficialato.

A espada simboliza virtude, bravura e poder. O poder que a espada representa tem um duplo aspecto: de um lado é destrutivo - podendo ser uma destruição injusta, aplicada pela maleficência - e por outro lado é construtivo e justo - podendo ser usada para estabelecer e manter a paz.

Mais do que um símbolo material da autoridade do oficial militar, a espada é entregue cerimoniosamente para ser utilizada na aplicação dos mais legítimos princípios da honra e valores militares, nos quais se destacam a responsabilidade, a competência, a benevolência, o respeito e o amor à pátria.

Parabéns à Turma Cel PM Francisco de Paula Araújo!!!

Pela minha Honra, por Deus e pela Minha Pátria!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

A vida não é como nos filmes. Embora, a vida inteira, todos conspirem para lhe dizer que é assim... seus pais, professores, pastores... todo mundo! Dizem que sonhos se realizam, o bem vence o mal e as pessoas vivem felizes para sempre! Toda essa bobagem! Até que um dia você acorda e percebe que a sua vida deveria ter sido diferente. No meio do caminho você se perdeu e, quando percebe, os anos se passaram, já é tarde demais! Corremos atrás de coisas e desperdiçamos as pessoas... a vida passa... a vida é gasta.

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Já tenho uma certa idade e, nessa minha caminhada, desde a adolescência, já distribuí "te amo" tanto quanto "bom dia". Algumas vezes foram de forma honesta, outras, mentiras sinceras. O fato é que a frase "eu te amo" foi corriqueira na minha vida, quase como um mantra, com a finalidade mágica de despir corpos para o meu deleite. Sim, levava uma vida hedonista, na qual o "prazer" era o meu deus. Doravante, serei diferente. Cansei de correr atrás do vento, pois, como concluíra o rei Salomão, tudo isso se revelou inútil, é pura vaidade. Então, mais perto dos 40, tenho refletido muito, ainda que tardiamente, sobre o tal do "felizes para sempre". E, quando penso que deve ser para sempre, o meu coração só bate por você. No entanto, não me expressarei levianamente com o meu trivial "te amo" de sempre... Mas, posso lhe afirmar, sem margem de erro, que você é especial na minha vida porque, geralmente, eu odeio todo mundo, menos você... Não gosto de quase ninguém, mas, de você, até que eu gosto!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140
1 compartilhamento

O meu coração foi arrancado pela mágoa do amor e, ainda pulsante, jaz junto ao meu amor... e por isso não dou certo com ninguém... e por isso não posso mais amar outro alguém... porque não tenho um coração, ele já não é mais meu. Dei-o à ela, que nunca o devolveu.

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Às vezes, temos feridas que nunca cicatrizaram. Vivemos tanto tempo com elas que já nem nos damos conta que estão ali. A dor tem raízes profundas... a única maneira de arrancá-la é perdoar quem a causou e também perdoar a si mesmo. Do contrário, ambos viverão atormentados.

Ítalo do Couto Ferreira

Para Sempre,

Pensar em você me remete a uma outra época... na qual passávamos o dia juntos e você era tudo para mim!

O que eu mais acreditava é que estaria contigo para sempre... para sempre! Por que nunca mais te procurei? É porque fui um babaca por todos esses anos. Eu passei a vida enganando a mim mesmo. A verdade é que todos os dias da minha vida, desde que te conheci, pensei em você com amor... como poderia ser diferente? Eu me apaixonei por você assim que a vi.

Contudo, passei a vida te amando de maneira ruim. O amor ruim implora o amor de volta. O amor bom não pede nada. Hoje, pensar em você, é o primeiro amor bom que tenho em anos. Porque percebi que não há mais nada que você possa fazer... Você já fez tudo! Tenho muito de você em mim para durar para sempre! Então, não se preocupe... estou bem! É possível te superar e amar ao mesmo tempo.

Se eu fosse um gênio e pudesse te conceder um desejo, seria que você tivesse o gostinho da felicidade que trouxe para mim... que você pudesse sentir o que é o verdadeiro amor!

Seu amigo para sempre... Ítalo.

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140
1 compartilhamento

Se me perguntarem... existiu um momento na minha vida em que me senti desamparado, sem a menor esperança e confiança. Porém, algo grandioso demais para ser entendido aconteceu e tudo mudou para sempre!

Se me perguntarem... eu conheci Jesus Cristo, um amor tão puro e poderoso que eu nem sabia que existia. Mas, que me guarda desde antes do meu nascimento e sempre esteve me esperando.

Se me perguntarem... Ele também te ama e é a solução para toda a sua angústia e dor. Eu não estou falando de religião, mas de amor... e Deus é amor!

Se me perguntarem... não importa onde e nem como você esteja... ore a Deus e peça, em nome do Senhor Jesus Cristo, para Ele te ajudar. Deus está perto e, não importa o que você tenha feito, vai te ajudar... o sangue de Jesus garante a benção. O Seu amor não muda e é para sempre! GLÓRIA A DEUS!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Três vezes eu morri e renasci te amando
Dias em coma pareceram milhares de anos
Por toda a eternidade, estarei te esperando
Meu amor não desfalece, apesar dos danos

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

As mulheres são incríveis! Elas têm texturas, sons, cheiros, formas, cores e sabores variados... Depois que as prova, é impossível querer ficar com uma só! Obrigado a todas as mulheres que passaram pela minha vida... não me lembro de todas, mas, certamente, foi um prazer estar com vocês! Feliz Dia Internacional da Mulher!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

E hoje o nosso filho, Gabriel, completa 7 anos. Não sou de ficar olhando para trás, mas hj me peguei olhando algumas fotos de quando eu era casado contigo e me veio à mente o “Mito da Caverna”, de Platão.
Em toda a minha vida adulta, vivi acorrentado no interior da minha própria caverna (na cultura policial militar com os benefícios e malefícios que o ethos guerreiro me proporcionou), vivia um cotidiano louco, que era um misto de coisas extremas, como homicídios (provenientes de auto de resistência), orgias (4x4, Mistura Certa) e bebedeiras (Mariuzinn, Lapa 40º, Furacão 2000 na Quadra do Salgueiro, etc), típicas dos tenentes do 1º BPM à época.
Em meados de 2007, eu conheci você, a paixão que senti, forçou-me a sair da minha caverna, foi forte o bastante para quebrar as minhas correntes e querer descobrir o que, da minha caverna, eu só vislumbrava as sombras (família, cumplicidade, amor...), através de poesias, livros, filmes e até observando a vida de outras pessoas.
No início de 2008, nos casamos, finalmente saí da minha caverna, enxerguei, com os meus próprios olhos, o mundo que eu só vislumbrava as sombras. Ao sair da minha caverna, a luz do sol (o seu amor) ofuscou a minha visão de imediato (pra quem vive na guerra, o amor confunde), porém fui me habituando com a minha nova realidade e pude enxergar (vivenciar) as maravilhas da vida fora da caverna.
Naquele mesmo ano, fui alvejado por um projétil no meu joelho esquerdo, no Morro do Querosene (Complexo do São Carlos), você morreu de preocupação. Para te agradar, resolvi abandonar o ethos guerreiro e fiz a inscrição para o curso do, à época, Grupamento Especial de Salvamento e Resgate – GESAR (iria salvar vidas ao invés de tirá-las... kkkkk). Fui o primeiro colocado no processo seletivo, parecia tudo certo, mas comandando uma Operação no Morro da Mineira (Complexo do São Carlos), matei um vagabundo (teve gosto de vingança, já que era da mesma facção criminosa dos que me balearam) e o meu coração voltou a endurecer, eu me enchi de orgulho e vaidade, consequentemente, voltei a visitar a caverna da qual já tinha me libertado (sei que magoei você).
Na segunda metade de 2008, você engravidou, dessa vez, a luz fora da caverna foi tão forte (nunca senti tanto amor, eu conversava com a barriga) que me cegou. Logo eu, que sempre me senti tão forte e corajoso, tive medo e, sem explicação, deixei vocês. Corri de volta para a minha caverna e de própria vontade, eu me acorrentei... Covarde!
Não me sentia digno e nem capaz de ser pai. Não atentei para Nietzsche, que já dizia: “Aquele que luta com monstros deve acautelar-se para não tornar-se também um monstro. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você”. E não só olhei para o abismo, como mergulhei de cabeça nele. Usava o fato de não ser dado à corrupção, para justificar as minhas crueldades.
Especialmente hoje, passei a imaginar como teríamos sido os três juntos. Etienne, o fato é que você me trouxe paz, em uma vida de guerras. O seu amor sempre foi a minha fraqueza, paz é para os fracos, no entanto, espero que esse sentimento seja somente hoje e que, amanhã, eu volte a ser o mesmo FDP de coração gelado de sempre!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140
1 compartilhamento

EU ACREDITO EM FADAS! ACREDITO! ACREDITO!

Se cada vez que alguém diz "Eu não acredito em fadas", uma fadinha cai morta no chão, estou certo de que cada vez que alguém diz que não acredita em sonhos, um coração puro se despedaça e morre em algum lugar do mundo.

Assim que vi a fadinha Alice, lembrei -me da minha infância, quando eu ainda tinha sonhos que me moviam... e pensamentos felizes que me faziam voar. Quando me tornei adulto, deparei-me com as mazelas sociais e, talvez, tenha me tornado um monstro como os que combatia... olhei muito tempo para o abismo!

Se um adulto deixa de sonhar e o seu coração despedaçado morre, o passado morre junto com ele. Mas, com uma criança é diferente, ela é o futuro. Se uma criança deixa de sonhar, não há esperança, o futuro morre com ela.

Então, deixe que as crianças sonhem e que seus pensamentos felizes as façam voar em nome da esperança de dias melhores... Eu acredito em você, Alice, minha fadinha linda! Acredito! Acredito! Te amo! 😍

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140
1 compartilhamento

18 anos de incorporação à PMERJ!

Uns se tornam policiais militares motivados a defender os cidadãos de bem, outros, a fim de punir os culpados... Aos 18 anos, tornei-me Cadete PM, durante as duas semanas de adaptação completei 19 anos e no dia 16/02/2001, em ato solene, incorporei, oficialmente, às fileiras da Polícia Militar dos Estado do Rio de Janeiro e prestei meu juramento à bandeira nacional:

"Ao ingressar na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, prometo regular a minha conduta pelos preceitos da moral, cumprir rigorosamente as ordens das autoridades a que estiver subordinado e dedicar-me inteiramente ao serviço da Pátria, ao serviço policial militar, à manutenção da ordem pública e à segurança da comunidade, mesmo com o sacrifício da própria vida".

E tantas vezes sacrifiquei a minha vida... morri, revivi, matei, prendi, apreendi e aprendi que, no campo de batalha, o vitorioso é quem decide a verdade. Aos vitoriosos da Turma Coronel PM Francisco de Paula Araújo, meus parabéns! Aos que já não estão mais entre nós (Marcos, Eustáquio, Lattanzi, Verly, Luis Gomes e Luna), saudades! VIBRAÇÃO!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140
1 compartilhamento

Na maior parte da minha vida, nunca imaginei que chegaria a essa idade. Ansiava por uma morte gloriosa em batalha e, quanto mais perto da morte eu chegava, mais vivo me sentia! Coisas da juventude... Mas, ao que parece, Deus tem outros planos para a minha vida... espero que não seja velho, fraco e doente em cima de uma cama!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Estávamos sempre juntos (ela era o meu lado bom)... a carreira, a distância, o tempo e, principalmente, o casamento nos afastou (toda banda tem a sua Yoko Ono), mas você continua sendo a melhor lembrança da minha juventude!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Cicatrizes são as verdadeiras medalhas do combate.

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Eu fecho os meus olhos
Mas ainda assim te vejo
Você tá nos meus sonhos
Porque ainda te desejo

Eu me tornei um escravo
Em agonia todo santo dia
Pela solidão, sou açoitado
Desejando a sua companhia

Por você, minha alma anseia
Por ti, a minha vida suspira
Por você, minha alegria pranteia
Por ti, minha consciência pira

O amor que um dia era...
Hoje é só uma quimera.

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Você foi o derradeiro amor da minha vida. Se bem que, não amamos sempre da mesma forma, nenhum amor é igual.

É verdade que tive muitos amores após o seu: eu me casei, tive um filho, namorei da virgem santinha da igreja à namorada sapequinha de um “amigo” (tudo bem... pode me chamar de talarico). O que quero dizer é que, por mais que eu tenha amado outras mulheres e me apaixonado intensamente, todas elas tinham o mesmo defeito... pois nenhuma delas era você.

Ainda que o nosso relacionamento tenha tido momentos de tristeza e decepção no final, por tudo que vivemos e o quanto nos amamos durante os 4 anos, eu o encaro como um presente. O meu amor por você foi único, excepcional... talvez, esse seja o problema de se viver um grande amor na juventude... diante dele, os amores comuns não têm chances.

O amor se vive, às vezes se perde, mas nunca se esquece: Parabéns pelos seus 32 anos! Não importa como, onde ou com quem você esteja, mesmo não te conhecendo mais, eu sempre vou te amar! Espero que esteja bem e feliz! Deus te abençoe!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Como eu queria ser jovem novamente! Os amigos da minha idade já estão todos casados e com filhos. Se esse é o rumo natural das coisas, não sei onde vou parar. Sempre preferi andar mal acompanhado do que sozinho, mas, até as más companhias viraram pais de família... isso me faz pensar que eu era o pior dentre as más companhias!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Eu te conheci muito jovem, quando tudo ainda era novo e emocionante... as possibilidades do mundo pareciam infinitas! Bem... elas continuaram sendo infinitas para mim, talvez, também para você, mas não para nós.

Nessa infinitude da sua ausência, simplesmente, vivendo para caçar emoções, o meu coração se quebrou tantas vezes e de tantas maneiras que não dá mais pra consertar. Ainda que o meu coração desfaleça e a minha carne definhe com a idade, os dados ainda estão rolando e sigo pagando qualquer preço por mais um pouquinho de emoção! Algumas vezes ganhando, outras vezes perdendo, mas, até quando?

Enfim, entre sexo, fatias de pizza, balas e guaraná... ainda me prendo àquela sensação! Eu sei que, para sempre, sempre acaba..., mas você sempre será um amor pra recordar! E lembre-se que, se você não demorar muito, prometo te esperar a minha vida inteira!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Sorrisos e Lágrimas

Sorrisos e lágrimas compuseram uma canção
Onde o compasso é a batida do meu coração
Pulsos fortes e fracos misturando amor e dor
O som da solidão chega a ser ensurdecedor

Sorrisos e lágrimas fizeram uma oração
Quem entende as súplicas do coração?
Preces de alegria e tristeza ao meu Amor
A falta de resposta me tornou um pecador

Sorrisos e lágrimas se tornaram um santuário
Amor e dor me fizeram, de Eros, um vigário
De galho em galho, eu visitei outros prelados
Alegria e tristeza profanando os condenados

Sorrisos e lágrimas cavaram uma sepultura
Alegrias e tristezas levaram a minha fortuna
Eu não tenho nem com o que pagar o Caronte
A esperança morrerá ao margear o Aqueronte

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

Querido Gabriel Raseira Ferreira,

Se ao menos as minhas mãos pudessem expressar o que tenho no coração... Sou um completo desconhecido pra você, uma pessoa que nunca viu. Mas você é alguém que está de contínuo comigo, permeia a minha mente e o meu coração... neste exílio de mim mesmo no qual me meti.

Se puder imaginar um local secreto, escondido e a salvo das fraquezas do amor... então sabe onde estou. Um lugar de mim mesmo, onde tento me reconhecer como identidade, mas que, neste momento, deixa de ter o sentido anterior do que significava Ser. Não raro, caio nos padrões anteriores do que costumava ser, contudo, com o diferencial de estar mais consciente sobre mim mesmo e mais lúcido sobre alguns tipos padronizados do meu comportamento.

Durante toda a sua vida, tenho andado de um lugar a outro, sofrendo uma espécie de mutação... buscando encontrar a minha própria essência. Eu não queria ser marido e pai, por isso fugi... Em meio a todo esse movimento, tenho tentado contactar a inequívoca percepção de rumo da minha vida, bem como sofrido com a questão existencial que habita o coração de cada homem... qual é o propósito da minha vida?

Tento me refugiar na constante busca por conhecimento, porém, quanto mais aprendo, percebo que estou fadado à ignorância... falta-me sabedoria. Permaneço como que exilado de mim mesmo sempre que, cegamente, rumo para dogmas que me foram introjetados durante toda a minha vida, sem questionamento algum... como se toda essa cultura padronizada e educação massificada que me são inseridas fossem todo o meu norte existencial. Ledo engano... Sei que há muito mais de mim a ser desvendado, sempre!

Não sei para onde estou indo e nem se as minhas más ações podem ser perdoadas. Fiz coisas demais das quais me arrependo. Eu não queria ter um filho, mas penso em você o tempo todo... tento imaginar você e vejo um menino forte, inteligente e corajoso, que não tem medo de aprender com os próprios erros e nem se deixa afetar pelos meus. Mesmo quando não é um pensamento consciente, você está sempre presente, esteve comigo em cada vitória e nas derrotas também ... porque, um dia, serei uma pessoa melhor e digna de você, alguém de quem você possa se orgulhar. O que outrora julguei ser uma fraqueza, é o que me motiva todos os dias pra tentar melhorar, pois nem consigo imaginar como seria o meu mundo se você não existisse... Eu te amo, meu filho!

Com afeição, seu pai!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140

"Ela lhe contou histórias, ele a ensinou a voar... Amavam-se, mas ele não queria crescer..." (Peter Pan)

Assim como Wendy e Peter (o romance mais improvável e que, infelizmente, não aconteceu porque ela precisava voltar para casa e crescer, e ele queria ser criança para sempre), quantas vezes não deixei o amor passar por não querer crescer?

Eu gostava muito de sexo, balada e uma vida descompromissada... Ela queria amor, companheirismo e uma vida de casada.

Às vezes, duas pessoas se amam muito, mas não estão destinadas a ficarem uma com a outra... seguem caminhos diferentes. Cada uma mostra o que tem de melhor para a outra pessoa, mas não conseguem continuar juntas... principalmente porque "qualquer menina vale mais do que dez meninos" (Peter Pan), ela amadurece mais rápido. Já passou da hora de eu crescer... Viver seria uma grande aventura!

Ítalo do Couto Ferreira
Inserida por italo0140