Biografia de Gustave Flaubert

Gustave Flaubert

Gustave Flaubert (1821-1880) foi um escritor francês, autor de "Madame Bovary" e "Memórias de um Louco", importantes obras do Realismo francês.

Gustave Flaubert nasceu em Ruão, Normandia, na França, no dia 21 de dezembro de 1821. Em 1832, com onze anos, entra para o Colégio Real, porém desinteressado prefere a leitura de romances. Em 1837, escreve o drama em prosa, em cinco atos, “Luís Xi”. Nesse mesmo ano redigiu seu primeiro romance “Paixão e Virtude”. O amor impossível por uma jovem casada lhe inspirou os livros: “Memórias de um Louco” (1838), “Novembro” (1842) e “Educação Sentimental”.

Seguindo os desejos do pai, vai estudar Direito, em Paris. Ao ser reprovado sofre seu primeiro ataque nervoso. Vai morar com a família na vila de Croisset, à margem do Sena, perto de Ruão, onde o pai comprara uma casa. Em 1846 morre seu pai e sua irmã. Nesse mesmo ano inicia uma aventura com Louise Collet, viúva e amante do filósofo Vítor Cousin.

Em 1848, publica “As Tentações de Santo Antônio”, obra inspirada num quadro do pintor flamengo Bruegel. Em julho de 1851, após longo período de inatividade, Gustave Flaubert inicia a mais famosa de suas obras “Madame Bovary”, que o tornaria um dos romancistas mais célebres da França. Foram cinco anos de elaboração, a obra só começou a ser publicada em outubro de 1856, na Revue de Paris. Em virtude dos costumes vigentes, a obra teve trechos cortados, contra a vontade do autor.

O episódio que deveria se publicado em dezembro, que descreve cenas amorosas de Ema Bovary com o amante, foram omitidas pelo secretário da revista. Alguns meses depois, a censura resolve suspender a publicação do livro, que foi considerado imoral. Em janeiro de 1857, Flaubert senta-se no banco dos réus. Absolvido, o escritor publica “Madame Bovary”, em edição completa e sua venda é logo esgotada.

O autor publica, entre outras obras: “Salammbô” (1862), “Educação Sentimental” (segunda parte) (1869) e “Um Coração Simples” (1876). Gustave Flaubert morre em Croisset, França, no dia 8 de maio de 1880.

Acervo: 80 frases e pensamentos de Gustave Flaubert.

Frases e Pensamentos de Gustave Flaubert

Cuidado com a tristeza. Ela é um vício.

Gustave Flaubert
2.7 mil compartilhamentos

Por que nos conhecemos? Por que o acaso o quis? Foi porque através da distância, sem dúvida, como dois rios que correm a unir-se, nossas inclinações particulares nos impeliram um para o outro.

Gustave Flaubert
723 compartilhamentos

O sucesso é uma consequência e não um objetivo.

Gustave Flaubert
384 compartilhamentos

O que o dinheiro faz por nós não compensa o que fazemos por ele.

Gustave Flaubert
1021 compartilhamentos

Nada é mais humilhante do que ver os tolos vencer naquilo em que fracassámos.

Gustave Flaubert
572 compartilhamentos