Fernandha Franklin

101 - 125 do total de 176 pensamentos de Fernandha Franklin

"Matar não é apenas desabilitar o corpo de alguém de uma vez por todas.
Matar também é destruir sonhos,deixar de fazer o bem, desrespeitar, negar atenção.
Matar é sobre fazer o outro sentir-se um nada, sufocando aos poucos suas emoções.

Se persarmos bem, sobre o conceito de "matar", descobriremos que somos todos assassinos.

(Fernandha Franklin)

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Uma boneca fora de matrix
(Fernandha Franklin)

Ela acordou em meio a uma massa "auto alienada", que procurava recursos hipnotizantes, para manterem-se isentas da realidade.
Uma massa que parecia desperta e consciente por estarem de olhos abertos, mas que não "enxergavam" nada.

Ela acordou cedo...em meio a uma multidão que acreditava ser "humanidade", mas de forma zumbificada, nem acordada estava.
Então ela que acordou cedo,
Sozinha e com medo, permaneceu imóvel em silêncio, como se também não tivesse vida.

Chocada e calada,
só restava-lhe observar a desastrosa dança dos sonâmbulos.
E eles estavam em toda parte...
Na tv...
no rádio...
nas revistas...
nos palcos...
na rua...
na repartição ao lado...
no ponto de ônibus...
em casa.... e até ministrando palestras motivacionais.
Sentindo-se, raros e especiais,
mas sem perceber que eram de fato, escravos da vaidade, ao crer em sua utilidade perante a sociedade .

E haviam uma minoria...
Uns poucos conscientes (donos de suas próprias mentes) que ao atreverem despertar a maioria, eram boicotados...
Julgados "coitados", ou "aqueles que não sabiam o que diziam". Naquela época, a principal forma de alienar a massa consistia em descredibilizar a verdade, fazendo com que riam da "cara" de quem se arriscasse a contar sobre como o mundo realmente era .
Então os loucos eram os acordados... E os normais, todos aqueles que dormiam de olhos abertos.

E ela observava...
Mas pouco fazia além de escrever pequenas doses de "verdades cruas" misturadas à contos, poemas e textos sem grandes impactos.
Havia verdade em tudo, e ela esperava que os que queriam despertar, fossem capazes de perceber.
E foi assim, que mesmo calada, ela falava para uma massa que dormia.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin
1 compartilhamento

Espécie humana
(Fernandha Franklin )

Eu vi um menino brincando de ser homem...
E em cada nova brincadeira,
se deparava com uma prisão.
Algemas,
pedras,
celas,
excesso de ressentimento,
orgulho,
lamento...
e ausência de emoção.

Eu vi um menino vendendo a infância, a pureza...
e não era em troco de pão.
Ele vendia sua alma angelical, por poder maquiado, status e todo tipo de falsa razão.

O menino brincava de ser homem,
e se vislumbrava com a dissimulada sensação,
Exibindo orgulhoso um vazio transvestido de bens e superficialidades...
mas que não passava de ostentação.

O menino já brincava com brinquedos de "gente grande", interesse de leão e armas mortais, e não mais com bolhas de sabão.

Ah menino...
E como sair dessa emboscada, agora que percebeu que ser homem é pura ilusão...?? Homens tem mente, mas só meninos "têm coração". Homens são fragmentos de prantos,
dores e feridas ressentidas... guardadas e escondidas durante toda uma vida... Ah menino...
A essa altura já deve saber que os homens podem quase tudo, por meio de poder e inteligência.
Mas o que talvez ainda não saiba ... é que nenhum poder no mundo, comprará de novo, a sua inocência.

E que triste fim...
Que lamentável destino...
Onde homem algum, pode voltar ser menino.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin
1 compartilhamento

Vivemos tempo difíceis...
Todos falam e poucos ouvem.
Sentir tornou-se ousadia!

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

A vida é um fingimento

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Poucas coisas...
Poucas mensagens...
Poucos textos...
Poucos noticiários...
Poucas canções...
Poucas desculpas...
Poucos argumentos...
Poucos livros...
Poucas palestras...
Poucas delações ...
Poucos cursos...
Poucas pessoas...
E poucas palavras...
Dizem tanto, como um par de olhos vistos de perto.

(Fernandha Franklin)

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Depois que se mata Deus, uma pessoa torna-se capaz de matar qualquer outro ser.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Em tempos de "direita" ou "esquerda", eu sinto falta do que é inteiro.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Talvez não nascemos para o óbvio, nem para o comum, muito menos para a normalidade.
Talvez nossa única missão seja sonhar. E sonhando, nos tornamos heróis aptos a crer no inacreditável. Pois
Vai ver, só os sonhadores são capazes de fornecer conteúdo puro aos seres pragmáticos, que bebem e respiram de uma realidade quase sempre poluída.
Sonhemos!

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Ninguém disse que seria fácil...
Ninguém disse que viver seria simples.
As vezes as coisas parecem que não se encaixam como deveriam, mesmo as peças sendo as peças certas.

E por mais que você seja forte emocionalmente, quando bate essa análise profunda sobre a incoerência dos acontecimentos, dos fatos e das emoções, "perder a esperança" se torna inevitável (ainda que por breves momentos). .
/
E é por causa das peças não encaixadas, que o revolucionário desiste de sua luta, o ator não consegue decorar o texto, o aluno perde a fé no ensino, o professor desacredita do aprendizado, o compositor perde a inspiração, o médico não examina a fundo, o escritor perde o feeling de boas histórias, e a gente que se comovia com as dores e se encantava com a beleza da humanidade, perdemos a sensibilidade.
Tudo por causa das peças que existem - Mas não se encaixam.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Se a arquitetura pode ser considerada música petrificada, ela também pode ser um livro magnifico.

Minha paixão por lugares abandonados não é por conta do abandono e nem do lugar. É pelos motivos que aquela cena parou no tempo, é pelos quadros de tudo o que já existiu.
A vida que se foi, e que tipo de pessoa habitou aquele espaço.

Esses lugares me fascinam, porque eu não vejo ruínas, vejo história em pausa.

Lugares abandonados são como aquelas pessoas misteriosas, cheias de segredos.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

O universo só pode ser decifrado em grandeza, depois de ser compreendido em simplicidade.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

A hipocrisia é uma "regra de etiqueta" que a sociedade usa para esconder suas reais intenções.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Existem 3 lugares, onde os mistérios perturbam até o menos curioso dos homens.
Um diz respeito ao que está acima dos céus, o outro diz sobre o que esta abaixo do mar... E o terceiro, diz sobre o que esta dentro de si

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Você percebe que o sistema é hipócrita, quando ele exige que o povo faça teste psicológico para dirigir um automóvel, mas não exige nenhuma sanidade mental de políticos que "dirigem" um país.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Relembrar, é sentir o que passou.
Sonhar, é sentir o que ainda vai acontecer.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Ontem, conversando com um antigo professor, quase me vi em um debate. E apesar de amar bons diálogos, eu ODEIO debates.
De falhas sociais, ele passou a falar em Cristo.

O professor Waldo é bem conhecido por sua aversão religiosa, e antes que eu abrisse minha boca, ele pergunta:
"Você acredita em Jesus, e em toda aquela 'maravilha' que dizem que ele fez?".
Respondi que "sim".
Ele continua:"Existe lógica crer nisso?
"Sim. Vejo sentido". - respondi.
"Qual é a lógica?"-Ele questiona.
Prossegui então:"Professor, eu já admirei muita gente na vida. Escritores que venderam best sellers de auto ajuda, e que nem falavam 'bom dia' para o porteiro. Admirei intelectuais que escreviam como 'anjos', mas em suas reuniões particulares criticavam seus semelhantes. Já admirei mestres que, afetuosamente ensinavam o filho do outro em sala, mas não acalentava o seu próprio filho, em casa. Já admirei influenciadores que esbanjavam carisma no palco, mas que não expandia nenhum valor humano. Líderes religiosos que diante do púlpito enaltecia seu 'deus', e nos bastidores ria das crenças alheias. Políticos que prometiam vida digna ao povo, e eram capazes de roubar-lhes a dignidade."
Cansado dos exemplos, ele me interrompe:
"Ok. O que tudo isso tem a ver, e qual é a lógica de acreditar na beleza do seu Jesus?"
Respondi: "Essa é a lógica. Estamos todo tempo em contato com pessoas comuns se passando por extraordinárias, escrevendo bonito, ensinando, filosofando, cativando, palestrando, mas vivendo o contrário. A lógica está em crer e admirar alguém sem hipocrisia, que foi capaz de viver conforme o que pregou. Não se fascinou com a fama, nem almejou o poder dos homens, e do início ao fim, foi fiel a seus valores."
O professor Waldo deu risada e disse: "Menina, você falou, falou... E não falou nada. Você que é boa de lábia, poderia ter se esforçado mais para me fazer crer nesse tal Jesus."
Dei aquele sorrisinho, e sabendo que ele só queria uma mesa redonda, me despedi aliviada:
"Professor, foi bom ter ver, mas meu objetivo não é missionário, e por hora fico feliz, apenas por ter evitado um debate.

(Argumentos/Fernandha Franklin)

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin
1 compartilhamento

Era mago
Mamífero
Era rito
Matéria
Consciência
Era animal
Nuvem
Incoerência
Era corpo
Sol
Sombra
Sangue
Tripas
Era a graça
A desgraça
E a dúvida maldita
Era pranto
Riso
Era verso
canção
Era anjo
Demônio
Era homem
Era misto
Injusto
Bondoso
Atroz
Era medo
Segredo
Era nós
Era homem
Carne
Veia
Visão
Tato
Olfato
Paladar
Audição
Era homem
Enforcado na
própria emoção.

(Sutileza /Fernandha Franklin

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Existem dois momentos onde a inspiração me abandona.
Quando estou extremamente feliz e quando a dor me invade.
Em ambas situações, eu não observo e nem analiso. Apenas sinto.
A dor e a extrema felicidade, não resultam em poesia.
A tristeza e a saudade sim!
Tristeza e saudade são pérolas da melancólica e do entusiasmo.
A tristeza é o que fica, depois que a dor passa... e saudade é o que fica depois que a felicidade termina.
Sorte tem, quem não se inspira por estar ocupado demais, sendo apenas feliz.

(Inpiração / Fernandha Franklin)

Fernandha Franklin

logo eu que nunca acreditei na aleatoriedade, te encontrei no acaso.
Bem que dizem "que os melhores sentimentos chegam de forma inesperada". Mas eu que acredito em quase nada, duvidei!
Pensei que quando chegasse meu amor, saberia exatamente quem ele seria. Me enganei.
Já fazem alguns meses que você está aqui, e desde o começo senti, que apesar de todo meu cuidado, me apaixonei por alguém tão diferente de mim.
"Se não for assim... não vira poesia"- é o que dizem os poetas.
E eu que não queria alguém na minha vida agora, que não queria ficar pensando onde você está enquanto desejo estar contigo, ainda que fosse presa no congestionamento estressante das seis e meia.
Logo eu que não queria ter um coração ocupado, estou entupindo o meu, de você.
Eles dizem que estou diferente, que meus olhos brilham, e que nem estou mais tão crítica como sempre fui.
É que eles não fazem ideia, do ser humano incrível que preenche minha mente.
Acho que estou adoencendo...
Talvez eu pense que é amor, mas e se for pedra no rim? Daquelas tão forte, que fazem a gente delirar.
Acho que estou adoecendo...pois só consigo pensar nas coisas que poderíamos estar fazendo juntos caso a distância não fosse um problema. Nos sorrisos, nos abraços, nos momentos que seriam só nossos, e em tudo que você pode me ensinar. //
É um tanto quanto engraçado, né? E acredito que você esteja perdido, com medo de confiar no desconhecido, apesar de ansioso para se jogar numa linda e nova história. //
Foi tudo tão mágico e inexplicavel, que questiono: "se conseguimos viver algo tão intenso em tão pouco tempo... o que seríamos capazes de fazer numa eternidade?'
//
Em todo caso, esse tempo de espera e insegurança não é em vão, pois sei que é de verdade. Meu coração que nunca levou jeito para o amor, fica calmo quando pensa em nós. E eu, que sempre duvidei do acaso, passei a acreditar no destino depois que o mundo deu tantas voltas, e parando no mesmo lugar, nos surpreendeu com pessoas prontas para ficar.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin
1 compartilhamento

Todo tempo,
em todo lugar,
diante dos nos olhos ou ocultos a eles, tem pessoas aprendendo a odiar.
Elas não sabem o por quê,
não sabem que odeiam,
e nem mesmo o que o ódio é.

E já que ninguém nasce odiando, essa gente toda é ensinada a odiar ao longo da vida, aos poucos, da forma mais sútil possível.

Primeiro aprendem em casa, ainda pequenos, que não se deve brincar com crianças de rua. E assim entendem que crianças de rua não são boas, e podem ser odiadas.

Depois na escola aprendem com os coleguinhas (que aprenderam em casa) que crianças brancas, com mochilas bonitas e que não têm roupas rasgadas, são mais legais. E é assim que se aprende que negros, e as pobres podem ser odiados.

Mais tarde, adolescentes, aprendem que aquela menina que se tornou mãe solteira aos 15 não é bem vista, passa a ser evitada, odiada de graça.

Ainda jovens aprendem a escolher seus times, e defendê-los como se representassem todo seu caráter e valor, e o ódio fica ainda mais fácil para com todo e qualquer indivíduo que não compactue do mesmo gosto.

Já adultos, tentam recorrer a Deus, e aprendem que sem fé, não vive o homem, mas por não saber, o que de fato a fé é, entregam-se meramente às religiões, e não demora para aprenderem odiar os outros irmãos, que não seguem a mesma denominação.

Enfim, o que desperta o ódio, é a divisão voluntária e tendenciosa, existente unicamente para alimentar esse sentimento tão ruim que mantém o "sistema" vivo.

Notem que em nenhum momento o ódio é ensinado de forma direta.
Ninguém grita: "odeie o próximo".
O ódio nada mais é do que resultado das prioridades que o sistema nos obriga a aprender.

Quando se destaca certas pessoas,
certas profissões,
certos talentos,
certas capacidades,
certas características e valores...
todo o resto é compreendido como não sendo importante, tornando-se suscetível a preconceitos e ódio gratuito.

E sabe como romper com as cordas e laços de ódio?
Antes de tudo, quando você receber o ódio, deve transformá-lo em amor, pois se você odiar ainda mais, estará sendo apenas mais um indivíduo a alimentar o sistema.
Depois precisa entender que não somos seres únicos como dizem, e que apesar de termos nossas particularidades, somos iguais na missão de florescer amor, e por isso peças fundamentais de um TODO que perde forças quando divididos.

(Partículas do mundo / Fernandha Franklin)

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin
1 compartilhamento

"Deixe o passado onde ele está, e não o carregue por toda vida.
Não é jogar fora...
É só deixar guardado.
Alguns pesos, atrapalham novas conquistas."

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

Alguns castelos, eu construí na areia, bem na beira do mar, sem base nem alicerce, mas por puro prazer de ver a onda levar.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin

A vida é curta demais para não tomar banho de chuva

Fiquei trinta minutos esperando a chuva passar.
Sozinha.
Era umas 19h50.
A rua estava vazia.
Haviam casas em volta, mas não comércios.
Sob a forte chuva, todos os moradores, escondiam-se no conforto de seus lares.
Fiquei ali quietinha, embaixo de uma marquise, observando os pingos baterem agressivamente no chão.
O ritmo era forte.
Os raios me assustavam, os trovões não.
Não havia vento, então os pingos caiam retos.
O tempo passava.
A bateria do celular pedia carga.
Dane-se a bateria.
Não reclamei por estar ilhada, muito menos por estar me atrasando para um compromisso que começaria em uma hora. Pelo contrário, sentia paz.
Poderia ficar observando cada movimento improvisado daquele temporal, por mais um bom tempo.
Isso me fascina.
Cada ação que não planejei, gosto de acreditar que é Deus mudando a minha rota.
Era para ser assim, por que algo melhor haveria de acontecer.
Então naquele instante, ele queria que eu estivesse bem ali, talvez querendo saber, o que eu era capaz de fazer com o que ele havia me dado.
Então saí de onde estava parada.
Caminhei lentamente para casa, eram cinco quadras.
Literalmente, uma caminhada apreciação.
Então nenhum outro pensamento, se instalou em mim.
Era eu, os passos, e uma sinfonia divina. _
"A chuva tem esse som mágico, impossível de ser reproduzido por um instrumento, impossível de ser comparado.
Misteriosa.
Ao mesmo tempo que é serena, pode ser devastadora.
Ao mesmo tempo que é linda, pode ser assustadora.
A chuva, é um pouco nós.
Líquida.
Líquidos somos".
Molhei tudo, a bolsa, a roupa, o celular, o corpo e o coração... Mas agora estou aqui, seca, mas de alma lavada.
As vezes, a gente só precisa levar mais a sério os pequenos prazeres, por que são eles que nos fazem sentirmos gratos e felizes. E Deus, a todo instante nos coloca diante desses "pequenos prazeres", mas quase sempre a gente escolhe chama-los de problemas.
Pense nisso, e lembre-se: A vida é curta demais para não tomar banho de chuva, e para não fazer valer os improvisos.

Fernandha Franklin
1 compartilhamento

Frio de alma

Eu sei que os momentos de dor e aflição parecem intermináveis.
Mas eles passam.
Nada é constante na vida.
Repare o inverno por exemplo, ele sempre se transforma em primavera, sempre!
Não há inverno que seja eterno.

Então, encare suas dores como invernos particulares que em breve tornarão sua alma florida.
Por ter passado por grandes aflições, escolha evoluir com elas, tormando-se mais sensível as emoções, as suas e as alheias.

Seja inverno, mas não o ano inteiro.

Fernandha Franklin
Inserida por nandhafranklin