Fernanda Alencar

Encontrados 9 pensamentos de Fernanda Alencar

Srta*Fê: Uma contadora de histórias em busca de pontos e mais pontos de vista.

Fernanda Alencar
Inserida por fernandalencar

"...O horizonte da cidade, de onde se viam planaltos de curvas verdes e inalcançáveis, agora estava devastado pelo fogo insaciável que iluminava as noites e dias da cidade e queimava a consciência do cidadão abafado..."

(Texto Aguaceiro danado)

Fernanda Alencar
Inserida por fernandalencar

"...sempre achara aquelas mulheres peixes dissimuladas e cruéis demais. Elas eram cheias de regras, de liberdade, de amor nunca encontrado, em busca de tudo! Por simplesmente nada..."

(Do texto: O rubi )

Fernanda Alencar
Inserida por fernandalencar

"...nunca entendeu porque a melancolia dele a esquentava tanto. Mais tarde abordou a teoria de que talvez fosse porque assim, destruía com rebeldia aquela vida bela que a novela tanto a queria fazer acreditar que era a única que existia..."

(Texto O Homem)

Fernanda Alencar
Inserida por fernandalencar

"...elaborei muitas teorias para me explicar que teu silêncio tivesse algum sentido. Cheguei a pensar que não gostava dela, que fosse tímido, que nos suportava, depois que nos amava calado, que tinha um grau de dificuldade maior em se expressar, outro dia que tinha um terrível trauma, que o gato comeu sua língua! Que vivia em outro mundo, que a culpa era do seu pai, que a culpa fosse minha, que todos nós atrapalhamos um grande amor seu ou uma grande liberdade, ou quem sabe um grande projeto de vida! Vai saber... Mas sabe que hoje eu até prefiro que você não fale muito..."

(Texto O Sr. Nunca acha)

Fernanda Alencar
Inserida por fernandalencar

"...subestimar com o passar do tempo, tornou-se um vício devastador. Acabou que ela nunca ia entender, aceitar, concordar, nunca ia gostar, saber, ser capaz, nunca ia chamar, pensar, e então ela nunca..."

(Texto Três da tarde)

Fernanda Alencar

"...Quando acreditava, bem intimamente algo obscuro se escondia, eu negava perceber, talvez porque sabia que podia ser verdade, talvez porque sabia que podia ser mentira, talvez porque simplesmente existia possibilidade..."

(Texto A fê chora das impossiblidades)

Fernanda Alencar
Inserida por fernandalencar

"...Ah...como sou cheia de fendas e apegos, claro que sinto saudades das crenças. Tudo, era tudo tão menos trágico para mim. Eram “suicídios” mais involuntários, tenho a mera impressão de que eu era até menos frágil. Hoje, me borro num pestanejar e sei que desacreditar pode ser até estúpido, entretanto, acho mais estúpido me manter em postura e nos “pliês”, sempre cair em pedaços no chão..."

(Texto a fê chora das impossibilidades)

Fernanda Alencar
Inserida por fernandalencar

"...saiba que meus pedaços estão espalhados nos fungos, na podridão, na terra e há alguns que nutrem as rosas e saudáveis goiabeiras deste cemitério. Isto quer dizer que alguém vai querer me comer. Estarei em um corpo novamente..."

(Texto Pelo ar que eu não respiro)

Fernanda Alencar
Inserida por fernandalencar