Felipe Garcez

Encontrados 10 pensamentos de Felipe Garcez

Agonia.

Um velho homem já encostado em seu sofá em dias belos e calorosos de domingo, onde o vento passando e uivando por de trás de sua janela enferrujada trazia a perceber que o tempo já era um companheiro nativo.
Ele retardamente se levanta, segura sua bengala e se dirige até a cozinha para tomar uma xícara de café, onde para por alguns minutos e olha para a cortina cinza e sem graça onde sua mulher havia comprado em uma loja de tecidos.
Naquela cortina ele aprofunda seu olhar como um grão de areia no mar, olhando fixamente percebe que não há formas ou contornos que o remeta uma simples mensagem naquela velha cortina. Após alguns minutos ele pensa consigo se a sua vida é como aquela cortina, não por ser sem forma ou sem contornos, mas sim por ser cinza em um belo dia ensolarado de domingo.

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z

Otimismo.

Assim como a fé, é possivelmente que pessoas carreguem em si uma pequena porcentagem de otimismo em seus universos interiores. Mas ao que se remete o ‘’otimismo’’?. Bem, assim como no livro de João cap4.4 o mesmo relata que ‘’o que está em nós é maior do que o que está no mundo’’. Neste trecho de infinitas possibilidades, ele da a ênfase, creio eu a acreditar que a fé seria o que está em nós, e o que está no mundo seriam problemas contínuos que precisam ser solucionados, mas não do dia pra noite.
Podemos fazer uma correlação entre fé e otimismo, pois ambos procuram sempre ‘’seguir em frente ou acreditar na solução do problema’’. Assim como eu e você tão distintos em personalidade, nascemos, crescemos e ficamos velhos com este mesmo sentimento de que precisamos nos ‘’habituar’’ ao mundo contemporâneo, que por um lado aprisiona a atenção de alguns com entretenimento barato, que ficam à mercê do desejo e contudo a frustração é inevitável. Por outro lado remete à algumas questões da sociedade problemática por regência política de mal forma. Então eu questiono não a mim, mas ao tempo...

‘’Onde e quando’’ o otimismo se adentra?

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z
1 compartilhamento

Perda.

A perda em si é algo inusitado, faz com que sentimentos sejam destruídos em segundos, uma sequer ligação faz todo efeito. Entretanto, lidar com cláusulas deste tipo não é fácil, pois a situação em que acata o universo interior de cada ser é divergente, e em constante mudança, tanto quanto físico ou psicológico.
A perda não é algo contemporâneo, vem sido transcorrida a anos, desde o primórdio do universo e presente na rotina de todos os seres, desde o maior ao menor.
Mas como a perda é ocasionada? Seria só o destino querendo brincar com aqueles que não dão valor às mínimas coisas da vida? Ou um ser maior controlando esses mesmos seres por um tipo de seleção natural?
Em determinadas circunstâncias a perda é algo que deixa um enorme vazio no mais profundo da alma, onde o amor que habitara um dia já não se encontra mais presente.
Contudo para retardar ou amenizar a dor de uma perda é uma certeza que devemos ceder em zelar pela vida, mesmo que a mesma não seja como pré-planejada e com certeza ser grato por cada minuto que nos é dado seja por quem estiver por trás disto.

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z
1 compartilhamento

Amianto.

Em uma velha e cinza sacada de prédio, uma alma já cansada se opõe a seus pobres sentimentos e decide se jogar de lá.
Sua alma agoniza por dentro, enquanto seu espírito já em estado de inércia não faz o mínimo de esforço para evitar o pré acontecido, ali parada por alguns minutos, aquele pobre ser não sabe como lidar com aquela situação, o confronto dentro de si já é banal ao ponto de já não estar mais ali para acompanhar o resultado da briga.
O tempo em questão já não é amistoso, pois a qualquer hora a ‘’decisão ‘’ precisa ser tomada de qualquer um dos lados, e com isso resta a única saída que se resume na pura ‘’tristeza’’ e ‘’dor’’, não só da mesma, mas sim de outros que irão adentrar nessa realidade em poucas horas.
Ali parada em um flashback instantâneo ela consegue ouvir dentro de si, ruídos e sons passados das melhores lembranças, que sempre a fizeram caminhar em tempos de guerra interior, como a voz da mãe chamando-a para tomar café ao raiar do dia, o primeiro ‘’eu te amo’’ ou até mesmo o cântico de parabéns no primeiro aniversário. Lembranças tais que não são fortes para aniquilar a dor e angústia em seu espírito.
Em um último minuto, tomou-lhe um fôlego profundo como não fazia à tempos, olhou a triste ‘’rotina’’ e a ‘’mesmice’’ das pessoas que passavam lá embaixo e sem um pingo de dó ou lástima se jogou lá de cima.
Muitos lamentaram pelo acontecido, outros queriam entender o por que daquilo, e uma pequena porcentagem assim como eu e você estão verdadeiramente preocupados com inumeráveis sacadas cinzas e velhas ainda presentes na grande São Paulo.

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z
1 compartilhamento

Viagem.

Uma boa e qualquer viagem, onde corpos se locomovem em busca de algum ‘’lugar’’ ou ‘’objetivo’’, se entrelaçam em um belo romance com a espera.
Para onde vão não nos quer dizer tudo, contudo, devemos pensar o que vão fazer quando desembarcarem no destino que os esperam. Alguns, rever entes que significam tanto que nos dará a ideia de que a locomoção valeu a pena, outros, embarcam sem um ‘’objetivo’’, apenas ao encontro de um passa tempo vago para a calma do ser interior em alguma pousada ou algo do tipo.
O fator principal de uma viagem com certeza é o tempo, assim como no próprio filme: Interestelar(ficção científica), não se faz diferente, onde cooper e Murphy se entrelaçam em um determinado ‘’tempo’’ de espera, onde a filha espera a volta do pai que já não dá mais notícias da viagem intergaláctica que está envolvido, mas ao longo do tempo vê que o que prende as esperanças da própria em acreditar na volta do pai, é o amor, sinal este que Murphy tem no pulso (Um relógio) que o próprio pai deu para ela quando partiu para a viagem, onde ele se comunica com a filha por ondas dimensionais.
Como um bom e qualquer filme, é essencial que o final seja marcante, com o retorno de cooper para reencontrar a filha que já está mais velha que o próprio pai por conta da gravidade que retardou o tempo para o mesmo enquanto estava na viagem intergaláctica. O encontro de pai e filha é mágico, mesmo em idades totalmente distintas eles se abraçam como se fosse desde a última vez que se viram. E com esse jogo de ‘’vai e volta’’ do tempo o que realmente transcende e pode ser visto como a único sentimento que fica para contar a história em qualquer tipo de relação/laço com certeza é o Amor.

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z
1 compartilhamento

Reflexos.

Ainda sentado na mesa da cozinha, já era tarde da noite, dava pra ouvir uma antiga trilha sonora que vinha do rádio no fundo da sala, depois de uns minutos levantei-me e resolvi tomar um banho. Me despi de minhas roupas e liguei o chuveiro. Ali parado com a água fria caindo sobre minha cabeça me fazia pensar sobre muitas coisas que já haviam acontecido ou que ainda estariam porvir.
Me perguntava o porque do tempo passar tão rápido, ou qual o meu papel ali naquele lugar, e até mesmo mesmo me culpava por não conseguir mudar meu destino por mais que quisesse.
Naquele tempo parado eu consegui perceber que olhando para a lâmpada eu podia ver através da água que caia o meu puro reflexo, que só conseguia ficar ali parado olhando e observando até mesmo sem reação, sem palavras, sentimentos expostos ou um semblante de dor. E naquela melodia que tocava no rádio ao fundo da sala eu me afundava mais e mais até chegar a um lugar onde eu me via submerso, como um riacho, lago ou até mesmo um rio, que não se movimenta, mas reflete tudo que está em sua volta.

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z
1 compartilhamento

Árvores.

Ali paradas como sempre, elas sempre estão nos cantos de determinados lugares,e nos dão o entendimento que estão nos observando de volta como nós (ou uma parte de nós) fazemos com elas.
Ultimamente nossa convivência não tem sido muito amistosa, digamos que ao logo dos anos houveram grandes batalhas que travamos com vocês, isso só quebra esse laço temporal que foi conquistado em anos e anos de convivência pura.
Autoridades solicitam sua extinção por meio de máquinas, que como sempre tem certos fins lucrativos por trás, extinguindo as mais belas paisagens que o nosso Brasil tem (já teve) para nos mostrar a infelicidade representada em cores cinzas e sólidas.
O jeito para uma parte de nós que somos abusivamente adoradores de suas cores e formas é esperar que de algum jeito ou algum dia isso se estabilize, e que a mesma estatística de sua extinção chegue estaca a 0.

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z

Tributo a Jesus Cristo.

Ao longo da história vem se falado muito de um personagem tanto quanto histórico tanto quanto símbolo religioso, esse personagem é nada menos que Jesus Cristo. Comprovado existencialmente de todas as formas, ele foi o único ser a ser comparado/referenciado à perfeição e muitos o citam como divindade humana.
Digno de toda honra e glória, Jesus em todo período de sua vida não cometeu sequer um erro, sua vida era bastante agitada pois desde sua infância Jesus se via à mercê de ajudar alguém ou resolver algum problema e com isso muitos viam que sua sabedoria já era tamanha pra certa idade que o mesmo tinha.
Nos tempos atuais ‘’Jesus’’ vem sido clamado por muitos que acreditam em seu retorno à ‘’casa’’ onde nessa casa levará os que realmente acreditaram de coração sobre sua existência e que acreditam também que Jesus sofreu grande dor por nós em sua morte dolorosa no ‘’madeiro’’.
Muitos o criticam dizendo que Jesus nunca foi ‘’herói’’ou um ‘’Salvador’’, preferem acreditar que o mesmo até pode não ter existido, mas contudo vemos que como no primeiro parágrafo isso já não pode ser um fato.
Jesus foi a maior personalidade que já existiu isso ninguém pode desmentir, sua vida foi totalmente voltada à pessoas e também buscando realizar a ‘‘tal obra’’ em que tanto cogitava com seus amigos.
Ele também tinha muitos seguidores e perseguidores, não só aquele tempo mas também como hoje, sendo referência no mundo todo como ‘’Rei e Senhor’’ ,Jesus com toda certeza é o motivo de estarmos aqui hoje, honra e glória a seu nome.

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z
1 compartilhamento

Súbito.

No interior de uma cidadezinha no sul da Itália, habitava em uma casa velha e de madeira um rude senhor, cansado pela sua rotina “desgastante” de tédio e solidão. Aquele velho senhor sempre fazia as mesmas coisas, diariamente se levantava antes do raiar do Sol, se dirigia até o único mercado que tinha na região e comprava seu café e 3 pães, na volta para casa dava uma rápida passadinha em uma loja de pescas para comprar sua massa feita de ração, para fazer iscas de pegar peixes. Pouco depois de chegar ele colocava a agua para ferver para fazer o café, enquanto a água fervia ele se encaminhava até a sala

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z

“Como o passado nos ensina no presente”


Passamos a maior parte de nossa vida tentando acertar e ser bem sucedido em tudo que fazemos, e não só nós, mas também um “público familiar” espera isto.
Quando ainda de menor idade nossos pais ou entes presentes buscam nos educar à forma correta, às vezes não entendemos porque tanta preocupação é “pegada no pé”, mas tudo isso pode ser um reflexo do que nunca tiveram presente quando eram de mesma idade.
Na adolescência ingressamos na escola, logo após ensino médio, cursos preparatórios e demais meios de aprendizado, linearmente a isso, nos é posto uma quantidade massiva de conteúdo e informações a cada instante.
A desistência e aflição muitas vezes tomam conta pelo resultado da equação: pressão social+ esforço contínuo que chega a ser desgastante.
Mas ao findar s trajetória acadêmica ou seja ela qual for, o “prazer e o orgulho” não só de nós mas de quem nos assiste, será imenso pois sempre estiveram lá para nós aconselhar a não cometer os mesmos que eles cometeram antes, e com toda certeza mostrar-nos que podemos ser quem sempre desejamos e este mesmo “passado” vem nos ensinando até hoje.

Felipe Garcez
Inserida por FelipeGarc3z