CláudioMeirelesGonçalves

Encontrados 10 pensamentos de CláudioMeirelesGonçalves

PESARES

Das árvores, vão-se as folhas
das roseiras, vão-se as flores
de mim, os amores

restam os pesares
os dissabores...

talvez
os rancores.

CláudioMeirelesGonçalves
Inserida por Tioanastaci0

PLENITUDE

Absoluto é o silêncio
o tempo está dormente

no peito pulsa tranquilo
um coração contente

o sol repousa no horizonte
a lua espera sua vez

a paz paira no ar
tudo está em seu lugar

a pressa esqueceu de chegar
e o relógio…
não quer mais trabalhar.

CláudioMeirelesGonçalves

RELÓGIO

Relógio...
esse voraz devorador
de liberdade?
não o uso mais
faço o meu próprio tempo

e como as horas são
agradavelmente longas...

CláudioMeirelesGonçalves
Inserida por Tioanastaci0

VAIDADE

Esse pecado da vaidade
de acumular e ostentar por prazer
me incomoda e me cansa
não o quero cometer

se já tenho o que preciso
para alegrar meu viver
prefiro os pecados mais simples
como passear, ler e escrever

e nas horas vagas, dormir e comer.

CláudioMeirelesGonçalves

MULHER

Mulher... essa trilogia!

quem cria, é a biologia
quem analisa, é a psicologia
mas quem explica...
é a poesia.

CláudioMeirelesGonçalves
Inserida por Tioanastaci0

PONTE DA SAUDADE

Na estrada tem uma ponte…
passa carro
passa gado
passa gente
passa quem quiser passar

passa o vento
passa o dia
passa a noite
passa o tempo...

só não passa esta saudade
de outra vez te ver passar.

CláudioMeirelesGonçalves
Inserida por Tioanastaci0

RUAS DE QUINTANA

Tantas vezes cruzei por ti
na rua de teu andar

que pena!
não te reconheci

agora te encontro sempre
nas ruas que não andastes

naquela rua encantada
que nem em sonho sonhastes

CláudioMeirelesGonçalves
Inserida por Tioanastaci0

PECADOS CAPITAIS

Os pecados capitais?
cometo alguns...
mas sou parcimonioso
cometo um de cada vez

não gosto de fazer muitas coisas
ao mesmo tempo...
isso me cansa.

(publicada no livro: Antologia V - CAPOCAM Casa do Poeta Camaquense - 2019)

CláudioMeirelesGonçalves
Inserida por Tioanastaci0

TEU CHEIRO

Quero te abraçar de novo
e sentir teu cheiro
de canela e "flor de laranjeira"

quero beijar teu rosto
acarinhar teu corpo
e sentir teu gosto

quero levar teu cheiro
de canela e "flor de laranjeira".

(publicada no livro: Antologia V - CAPOCAM Casa do Poeta Camaquense - 2019)

CláudioMeirelesGonçalves
Inserida por Tioanastaci0

TRANSGREDINDO

Como é bom subir uma subida
descer uma ladeira
ir de encontro
para ir ao encontro dela

Como é bom não cumprir regras
Como é bom amarela.

(publicada no livro: Antologia V - CAPOCAM Casa do Poeta Camaquense - 2019)

CláudioMeirelesGonçalves