Bruno Weber Bopp

Encontrados 18 pensamentos de Bruno Weber Bopp

POÉTICA POLÍTICA

Poética política
pô! Ética política?
Crítica!

Tu, esquerda ou direita?
Ex-querda, agora direita.
Troca feita.

Nesta troca de partidos,
como fica teu coração?
-Partido que não.

Ano de eleição:
sorriso para foto,
parece prostituição;
tudo por um voto.

Bruno Weber Bopp
86 compartilhamentos

Prece do Perdão

Uma lágrima seca
uma pétala vermelha escurece
o homem peca
depois arrepende-se em prece

Após o pecado vivido
sente no coração
que está arrependido
e clama por Perdão

Mesmo bem intensionado,
até mesmo por Amor,
estar apaixonado
não justifica um pecador

e confesso: pequei, mas quem já não o fez?
e sei, pecarei ainda outra vez
mas meu arrependimento é de fato sincero
teu Perdão é tudo que eu espero.

Bruno Weber Bopp

Quem vive no ar, é ele pequenino e tão belo
Não é belga, mas um simpático canário amarelo
Porquê o belga seria tão especial?
Quem fez dele o mais musical?
Porque não ouvir o amarelo com sua melodia
Talvez não tão linda
mas contrastando com sua cor, é uma poesia.
Poesia que declamada nas árvores, lá do alto
Remete-me a uma cantora de voz grave, contralto
O grave de uma mulher, melodia do amor
Como o agudo de um homem, tenor
Realmente o belga canta bonito, fico eu lisonjeado
Porém o canto não ecoa no coração de um pássaro engaiolado
Assim, sufocado, ele não vai cantar todo que pode, acredite
Preso não há amor nem sequer em afrodite.

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

Até mais

A noite chegou, sejas bem vinda
obrigado pequena por ser tão linda
e também por abrilhantar os olhos meus
quando o sol dispontar, voce dirá adeus

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

SÁBIA AMANTE

Pela noite vem aqui
na janela e me chama,
um chamado bonito
parece dizer que me ama.

Penetra em mim o teu olhar
faz-me pensar,
e penso à rivelia
assim como tua grande sabedoria

Chego perto
torcendo para que não fuja.
Sinto-me só, pois assim fico
adeus bela coruja

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

Querendo ser poeta

O homem chora pois deveras sabe o que é sofrer
porém sofre ainda mais porque não consegue o descrever.
Já o poeta: sua escrita nasce assim tão facilmente
não importa se ele ama, se ele sofre ou se ele mente

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

Que angústia, um sofrimento ao extremo
mas não temo, resta-me ainda um pouco de coragem
e na bagagem, levo, só, minha angústia incessante
que por um instante some
apenas porque me lembrei de teu nome

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

Quando tu falas, eu escuto
Quando escutas, digo que a amo
Se choras, fico de luto
Luto que me assola, mas nao reclamo

Se teu sol se põe, minha lua está no norte
Se tua flor está seca, chove muito por aqui
Se já não mais vives, meu coração bate forte
Bate forte sempre que penso em ti

Se não te inspiras, transforma-me em um poeta
Se não cantas, estou bem afinado
Se estás comigo, a vida é completa
Só é completa porque estás do meu lado

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

Esta é a mulher
que qualquer
homem deseja

Me excita
Me evita
Não me beija

Esta mulher
que qualquer
homem enlouquece

Eu a desejo
Quero um beijo
Peço em prece

Esta mulher
que qualquer
homem mataria

Eu a venero
Eu a quero
todo dia

Esta mulher
que qualquer
homem tem apreço

Não me quis,
Sou mais feliz
com quem mereço

Esta nova mulher
que qualquer
homem desperezaria

É quem faz minha calma
fundiu-se à minh'alma,
É a mais linda poesia

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

Às vezes com malícias
Às vezes sem má intenção
Amo tuas carícias
tocam meu coração

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

VERSOS SECRETOS

Faço essa poesia
para saber que a fiz
não faço pensando
em fazer ninguem feliz

Alguém lerá meus versos
que fiz já para meu bem
mas os que agora faço
não mostro a ninguem

se estás agora lendo
pensando em se engraçar
infelizmente o poeta
terá de te matar

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

TEU BEIJO É UM POEMA

Senti em teu beijo
que ali havia algo mais
parecia algum verso
de vinicius de moraes

e que beijo, que verso
que alegria
dê-me um carinho
dê-me um beijo
dê-me uma poesia

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

Um grande amor, grande só é para que nele caiba a possibilidade de não ser grande

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

VERSOS SACRATOS

Faço essa poesia
para saber que a fiz
não faço pensando
em fazer ninguem feliz

Alguém lerá meus versos
que fiz já para meu bem
mas os que agora faço
não mostro a ninguem

se estás agora lendo
pensando em se engraçar
infelizmente o poeta
terá de te matar

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

VEERSOS SECRETOS

Faço essa poesia
para saber que a fiz
não faço pensando
em fazer ninguem feliz

Alguém lerá meus versos
que fiz já para meu bem
mas os que agora faço
não mostro a ninguem

se estás agora lendo
pensando em se engraçar
infelizmente o poeta
terá de te matar

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

O poeta é impaciente
inseguro, infeliz
sofre por amar
por trabalho, sofre por sofrer

e deste sentimento
que ao coração atrofia
nasce seu talento
vive sua poesia

Bruno Weber Bopp

Teus olhos fechastes
para do mundo fugir
creio que não encontrastes
lugar melhor para ir

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp

Teus olhos fechastes
para do mundo fugir
creio que não encontrastes
lugar melhor para ir

Bruno Weber Bopp
Inserida por BrunoBopp