Antonio Kleber

Encontrados 4 pensamentos de Antonio Kleber

O BEIJO

Guardo teu beijo, terno beijo, na memória.
No outono cinza, a despedida, último adeus,
como se foras sem deixar-me uma esperança
de reviver o teu carinho e os lábios teus!

Amargurando o teu partir, restou-me o beijo.
Sonho desfeito, nem as folhas esqueceram,
no farfalhar, de relembrá-lo nas canções,
brincando algures junto às brisas outonais!

As estações se sucederam desde então!
Alma constrita, olhar perdido no horizonte,
dei-me ao letargo dos impulsos lascivosos!

Trago a utopia de uma espera que me aturde!
Cedo o destino e a vida; ao tempo, entrego a morte,
mas na esperança de beijar-te uma outra vez!

Antonio Kleber
123 compartilhamentos

"Há um tempo em que abdicamos das vaidades,
para eleger a prudência como roteiro de vida.
Nem sempre o verbo recuar traz
conotações de covardia.
O recuo e o silêncio salvam vidas e caracteres.
Infelizes os que não se contêm,
diante da possibilidade de tirar
dividendos morais da dor alheia.
Chegará o dia em que a História
nos convidará a sentar no banco da Verdade.
Então, os arrependimentos serão simples circunstâncias,
diante das decisões inexoráveis".

Antonio Kleber
Inserida por YLLENAH

TEATREALIDADE DOS HOMENS


"Há homens irredutíveis.
Ratificam suas ignomínias,
seus desmandos,
suas falcatruas,
sua incompetência
e o que mais de anômalo
exsurja de suas condutas alienadas.
Agem,
como se praticassem favores institucionais
e atendessem aos regramentos sócio-jurídicos.
Este "ledo engano"
é a teatralidade
a que se permitem
os que usam e abusam
de uma democracia doente
e espezinhada."

Antonio Kleber
Inserida por YLLENAH

A CHAMA DO DESEJO

Quando os mistérios forem desvendados,
caminharemos, ainda, sobre trilhas de segredos,
porque todo amanhã
é repositório de mistérios e surpresas.

O despertar e o sucumbir são circunstâncias bem conhecidas daqueles que sabem sobre a vida e a morte. Só os tolos não distinguem o outono da primavera.
Esperarei, enquanto arder a chama do desejo.
Não me importarei com as intempéries;
elas fazem parte
do tumultuado universo dos sentimentos.”

Antonio Kleber
Inserida por YLLENAH