Adriano Hungaro

1 - 25 do total de 107 pensamentos de Adriano Hungaro

NÃO ME QUEIRA POUCO

Não me queira pouco
Porque o pouco
É para todos
É só para os mais afoitos

Nesse assunto de querer
Queira-me muito
Queira-me tudo
Tudo e mais um pouco

Porque esse querer
Eu também quero
Eu também espero
Eu também assumo
E assumo para todo o mundo

Nesse assunto de querer
Queira-me muito
Porque eu também
Quero-te muito
Queira-me em tudo
Porque eu também
Quero-te em tudo

Queira-me muito
Queira-me em tudo
Em tudo e mais um pouco
Em tudo e muito mais
Como dois loucos
Loucos de amor!

Adriano Hungaro
3 compartilhamentos

A noite é mágica
E vem nos abraçar
Cobrir-nos com suas estrelas
E com teu luar

Distantes no passado
E hoje tão perto
Somos mais nesse momento
Que nossos meros pensamentos
Somos terra e céu
Somos fogo e ar
Somos a razão indomada
De amar e mais amar

Adriano Hungaro
19 compartilhamentos

Que o beijo não seja apenas o encontro de duas bocas.
Que o beijo seja sempre... o encontro de duas almas!

Adriano Hungaro
47 compartilhamentos

Então, se queres sentir... sinta! Sinta-se, sinta-se sempre.
Porque eu... ah, eu sempre te sinto!

Adriano Hungaro
3 compartilhamentos

Não existem verdades absolutas; nunca existirão.
E as mentiras? Ah, elas são apenas verdades que não puderam acontecer.

Adriano Hungaro
63 compartilhamentos

O mundo é grande, mas cabe na palma da minha mão.
O amor é gigante, mas cabe dentro do teu coração.

Adriano Hungaro
7 compartilhamentos

Que eu possa me perder.Que eu consiga sempre me perder! Porque tenho certeza: É somente me perdendo que eu te encontro!

Adriano Hungaro
2 compartilhamentos

Foi brincando de contar estrelas que te encontrei na minha vida.

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

Escrever é fácil. Difícil mesmo é viver tudo aquilo que se escreve!

Adriano Hungaro
2 compartilhamentos

Pouco me importa se você realmente se importa.
O que me importa, sinceramente, é que eu não me importo!

Adriano Hungaro
3 compartilhamentos

Apaixone-se... Apaixone-me! Surpreenda-me... Surpreenda-se!
No final... ao nosso coração, é tudo questão de inspiração!

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

Podeis me interpretar como quiseres. Podeis me julgar como diabo ou santo, como espectro do mal ou belo anjo. Podeis fazer sobre mim o juízo de valores que quiseres dentro de ti e dos teus conceitos. Todavia, na máxima de toda a tua interpretação, é que jamais saberás realmente o que sou ou quem sou... simplesmente porque tudo aquilo que sou para ti é tudo aquilo que eu mesmo quero que seja interpretado. Nunca mostrar-te-ei tudo aquilo que existe em mim, mormente porque tudo que existe em mim é apenas meu! Sendo meu, apenas meu... não pertence a mais ninguém.

Adriano Hungaro
38 compartilhamentos

Você pode até esconder o sol de teus olhos.
Todavia, jamais conseguirá esconder o sol do mundo.

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

Pior que estar longe... É não ter previsão alguma de estar perto!

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

Nas asas da liberdade... voei e deixei saudade.

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

Viver é fácil, difícil é respirar.

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

Que realmente os teus dias não sejam apenas compostos apenas de sóis, luas e algumas cores. Que exista sempre uma vontade além e maior; a vontade de viver intensamente todos os segundos... no teu melhor estilo, do teu melhor jeito.

Adriano Hungaro
3 compartilhamentos

SONETO DO MEU AMOR POR TODA A VIDA

Ouvi a voz dos raios e trovões
Gritavam lá no céu pelo teu nome
E a chuva que caia em tempestade
Molhava toda alma de saudade

Pairavam lá céu mil nuvens negras
E dentro carregavam só tristezas
Choravam por eu ter te conhecido
E o choro por aqui era granizo

Tirei você dos céus e dei-te a terra
Dei sóis, dei céus, dei mar e primaveras
Poemas murmurados pela espera
Dei luas, dei-te estrelas e quimeras

E dei-te o meu amor por toda a vida
Por querer e para amar-te minha querida

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

SOBREVIVO

Sobrevivo de histórias boas e más contadas. Dos dias de sol e também das infinitas noites estreladas. Sobrevivo do calor dos dias e também das madrugadas frias. Sobrevivo dos amigos que encontro e dos inimigos que perco... do que sei que é bem certo e de tudo aquilo que desconheço. Sobrevivo do bem e do mal, do que me faz igual e do que me torna desigual. Sobrevivo da esperança na paz e da certeza incomensurável da guerra... dos momentos de achar imediatamente e dos momentos de grande espera. Sobrevivo de encontros e desencontros... de fatos e contos... de erros e pontos. Sobrevivo de cafés (para me manterem acordado); de vinhos (para me manterem embriagado); de poemas (para me manterem apaixonado) e de muitas e muitas paixões (para me manterem vivo). Por fim... sobrevivo acreditando que pouco importa o estado de espírito de todos aqueles que me cercam, acreditando que o mais importante é o meu estado de espírito, o meu melhor estado de espirito. Acreditando que o mais importante é sobreviver sempre e acima de tudo... eternamente feliz dentro de mim mesmo!

Adriano Hungaro
14 compartilhamentos

Para onde vai esse caminho, para onde ele leva?
Ahh... não me pergunte, não se pergunte.
Esse é o caminho da sua vida... apenas segue-o!

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

CÉU E INFERNO QUE JAMAIS SE FUNDEM

Não queira viver a minha vida. Seria impossível pensar que conseguiria. Estamos afastados demais e seria quimera acreditar nessa possibilidade. Temos mundos diferentes, universos totalmente opostos. O meu é colorido e cheio de vida... o teu é griz, frio e sem brilho. Não há química, não há conectividade, não existirá jamais uma boa sintonia. Eu já não me arrasto como você se arrasta, já não sigo as regras medíocres que você segue e também não respiro o mesmo ar contaminado que te faz sobreviver. Não vivo de falsas aparências, de mediocridade e de máscaras de barro. Não preciso mentir para conquistar pessoas e nem tampouco iludi-las com manipulações emocionais. Eu sou eu... você é você. Em dois opostos, em dois mundos diferentes; em duas vidas diferentes. Céu e inferno que jamais se fundem!

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

QUANTO TEMPO AINDA TEMOS PARA VIVER

Concretamente... quanto tempo temos para viver (?)... é um pergunta que nem merece resposta. Pode ser que não consigamos terminar esse texto... pode ser que consigamos lê-lo exaustivamente. De fato, temos o tempo suficiente para estarmos aqui... lado a lado. Se ele é muito ou muito pouco... para mim pouca importa! O que me importa sempre... sempre, é que esse tempo deverá ser muito bem aproveitado. Porque o tempo de vida... não é o tempo de idade... porque tempo de vida é a soma de todos os milésimos de segundos aproveitados ao extremo. Logo... não me resta saber quanto tempo nós temos. Só me resta querer viver extrema e intensamente até não termos mais tempo!

Adriano Hungaro
2 compartilhamentos

NÃO ME PEÇA PARA PARAR DE SONHAR

Não me peça para parar de sonhar; não... não me peça! Isso seria impossível de acontecer, jamais conseguiria cumprir esse pedido. De fato, eu sonho sempre. Sonho porque sonhar é uma necessidade, é uma forma de sobrevivência. Eu definitivamente sonho para sobreviver e, principalmente, para viver melhor. Sonho dormindo e acordado, sonho sempre e em todos os cantos, em todos os lados desse mundo pouco colorido e tão desconhecido. Sonho porque sonhar é uma morfina, é um veneno refinado para superar a própria monotonia da vida. Sonho para criar, para recriar, para descobrir sentimentalidades e sensações; sonho para desenhá-los no papel e cumprir tudo aquilo que escrevo. Sonho porque um homem sem sonhos é apenas um vegetal; um ser sem perspectivas, sem iniciativas, sem idéias e ideais e – acima de tudo – um ser sem vida! E eu... ah, eu vivo sempre... sonhando dormindo ou acordado; cumprindo todos os sonhos!

Adriano Hungaro
Inserida por AdrianoHungaro

ENTRELINHAS

São nas entrelinhas, naquelas finíssimas linhas entre o que existe e o que não existe, que escrevemos a nossa história. São sempre naquelas passagens que pouca gente entende, que pouca gente acredita e que muita gente imagina que nem acontece. Para alguns simples sonhos, para outros apenas impossibilidade. E justamente por ser impossível, por ser simplesmente sonho, por ser inacreditável que vivemos. Porque somos assim... dentro de nós. Acreditando no impossível e escrevendo nossa história. Escrevendo-a sempre... sempre nas entrelinhas; nas finas linhas do real e do imaginário que construímos e criamos os melhores cenários de vida... de verdades, de sonhos e fantasias. Para além de nós... para muito além dos nossos dias.

Adriano Hungaro
18 compartilhamentos

A GOTA DE CHUVA E O OCEANO

Às vezes, uma gota de chuva morre de medo ao cair no oceano. O mar é gigantesco e ela sabe que ele ira engoli-la. Todavia, segundos após cair sobre o mar a gota de chuva percebe que deixou de ser uma gota e passou a ser o próprio oceano; um oceano gigantesco em águas. Para isso, não foi preciso nada mais do que ousadia... a ousadia que querer jogar-se ao mar. Portanto... ouse sempre, sempre, sempre. Ouse tudo e não tenha medo de nada.

Adriano Hungaro
26 compartilhamentos