Textos de Paz Interior Consciência

Cerca de 26 textos de Paz Interior Consciência

A calma é nossa natureza essencial. O que é a calma? É o espaço interior ou a consciência onde as palavras desta página são assimiladas e se transformam em pensamentos.
Sem essa consciência, não haveria percepção, não haveria pensamentos nem mundo.

Você é essa consciência em forma de pessoa.

Eckhart Tolle
41 compartilhamentos

Não há dinheiro que compre a nossa paz de espírito, nada melhor do que uma consciência tranquila. Se formos pobres de bens materiais pouco importa perante a justiça divina, o que na verdade é relevante são os valores inerentes ao espírito. A nossa felicidade depende somente de nós, sejamos sábios escolhendo o bem, sempre!!!

Yára Uchôa Barreto
17 compartilhamentos

Sentir-se só possui um duplo significado: por um lado, consiste em ter consciência de si; por outro, um desejo de sair de si. A solidão, que é a própria condição de nossa vida, surge para nós como uma prova e uma purgação, no fim da qual a instabilidade e a angústia desaparecerão. A plenitude, a reunião, que é repouso e felicidade, e a concordância com o mundo, nos esperam no fim do labirinto da solidão

Octavio Paz
Inserida por atilabezerra

O despertar da consciência espiritual nos remete a quietude interior repleta de amorosidade e nos capacita a perceber as questões inerentes a nossa persona, nos libertando paulatinamente das dores e frustrações geradas pelo apego e pelas ilusões das demandas emocionais do ego.
A partir do reconhecimento de que somos, em essência, Energia de Amor  podemos promover mudanças na forma como conduzimos a nossa vida neste planeta que transitoriamente habitamos.
Afinal, qual o sentido de nossa existência neste planeta Terra?
DESPERTAR

Denise Medeiros de França
Inserida por francadenise

Universo Delimitado

Ao abrir dos olhos,
Deparamo-nos com um mundo de oportunidades,
A ser explorado!
E se não nos aventuramos mais,
Nos dias subsequentes,
Lastimaremos todo o tempo,
Que foi passado.

Esse que não perdoa,
Se não externarmos nossos sonhos,
Além de nossas mentes.
E é no coração com suas batidas fortes,
Que tudo muda, invariavelmente!

Nosso limite é o céu!
Mas não nos limitemos em tê-lo,
Somente como o teto de nossas casas;
Toque nos astros de todo o universo,
E seja como o sol,
Fazendo seus sentimentos arderem,
Que nem brasa!

Deus nos pôs ao mundo,
Não para viver por viver,
Nossas vidas em vão!
Caçadores de emoções eternas,
Emancipem-se seus pensares,
De toda a escravidão.

Pois é você e somente você,
Quem cria todas as barreiras,
Quaisquer que sejam elas,
Que venham a lhes atordoar!
E o universo delimitado,
Só está em nossas fraquezas,
Que trazem a dúvida à consciência,
De que somos estrelas,
Nascidas para brilhar.

Brilhe e emane sempre a luz do Bem!

Daniel GetUP
Inserida por DanielGetUP
1 compartilhamento

Sequência...

Passos firmes, rígidos, despertos;
Inquietante desconforto,
De valores tão repletos!

Vontades, desejos,
E anseios transmutados!
Esquecimento que desnorteia,
Todo e qualquer sentimento,
Que foi externado.

Raiva, ódio, angústia e tantas injúrias;
Cobrar-se tanto, lhe apraz de real,
Só mesmo uma peste de penúrias!

Quando é para sentir,
O que o redor lhe demandar.
Belezas escondidas,
Em tudo o que é simples,
Faz-te exaltar!

Cobre de glória,
Para ti mesmo, esplendoroso respeito.
Encontra-se o equilíbrio,
Com paz na mente e harmonia no peito!

Que exala amor,
Que combate à dor.
A força do solo frutifica,
E a água viva irriga o calor!

Para continuar e não mais parar,
Tudo o que se quiser,
Verdadeiramente fazer.
Dizer sem saber, ou dizer por dizer,
É um convite,
Para o mundo falso do prazer!

Mas aí é só confusão.
Porque isso? Para que daquilo?
Se a alma é imensidão!

É de onde tudo vem,
Como a inspiração,
Que parece caminhar lado a lado!
Como vozes ao ouvido,
Que ajudam e fazem valer,
O verbo “superado”!

Porque? Para que?
Tudo isso mais uma vez.
Respostas de paradigmas da existência,
Ensina-o a coroar-se como um rei!

Sem soberba, arrogância,
Ou avareza envaidecida.
Só certeza, humildade,
E tranqüilidade para com a vida!

Pois para saber viver,
É preciso se ter confiança,
Que o mergulho no interior,
Designa-lhe um artista.
Buscar a Verdade dentro de si mesmo,
Para saciar todas as fomes,
E se tornar um especialista!

De todo o Eu-entendimento...

Daniel GetUP
Inserida por DanielGetUP
1 compartilhamento

EXISTEM DIAS

Existem dias,
Que parecem ser puros testes;
Talvez seja devido para que,
Mais na frente,
Sirva-nos de fortalece!

Existem dias que são feitos de ocasiões,
Para tirar-nos toda a paz.
Talvez seja devido para que,
Aprendamos com a mente em desavenças,
A crescermos mais!

É verdade que temos muito a ensinar,
E mais ainda a aprender.
Nos dias que se fazem por passar,
Jamais esqueçamos,
De que tudo o que acontece conosco,
É uma encenação da arte do viver!

Nunca se lastimar do que foi e é passado.
Nem por tão pouco mostrar-nos,
Desesperançados!

Paciência,
Calmaria!
Tudo o que vem tem que passar,
Pois faz parte da não monotonia!

Acredite:
O Pai te guia,
E está com você em todos os impasses;
Por isso amigo de coração,
Tenha bastante coragem!

Você é guerreiro e suporta toda e qualquer prova.

Daniel GetUP
Inserida por DanielGetUP

O passado, a nostalgia e as roupas que não cabem mais.

Olhando pra trás, muitos momentos que registramos em nossas memórias. Bons ou ruins. Em face dos bons, o júbilo e a nostalgia traduzem a lembrança daqueles momentos; pedimos que se repitam todas aquelas maravilhas novamente, em futuros momentos que esperamos viver. Dessa forma, percebemos o quão valioso é esse ócio reflexivo sobre as situações preciosas, as quais muito almeja-se.
Os momentos ruins são a parte do passado que expressa ilusão. Não há necessidade alguma para retornarmos a essas situações. Nessa volta, surge o arrependimento, o medo, a angústia e a dor. A recorrência se faz, portanto, ilusória. Nos prendemos aos pensamentos e estagnamos o nosso processo consciente e produtivo da evolução. Experiencias dolorosas são roupas que não cabem mais. As armadilhas do ego nos ofuscam o caminho da luz.

Helder Porto
Inserida por HelderPorto

O que podemos fazer com UM MINUTO?

Andei me indagando, com sutil observação:
O tudo que podemos fazer,
Em UM MINUTO de atitude,
Crescimento ou desilusão?

Podemos no PRESENTE MINUTO,
Nos alegrar com as mínimas coisas,
Tão vastas e dignas de celebração,
Pelo mundo a fora;
Ou simplesmente ficarmos tristes, Deprimidos e apegados as adversidades, Que nos resplandecem continuamente,
Mas que sempre vão embora!

Podemos com UM MINUTO,
Motivar, dar atenção,
Nutrir de esperança com boas ideias,
Toda e qualquer pessoa;
Ou podemos sugar as energias alheias,
Elevando com isso a baixa autoestima,
De quem sofre,
Com um mau conselho que caçoa!

Podemos em UM MINUTO,
Trazer a paz para o coração,
E a harmonia inspiradora,
Para os relacionamentos,
Com quem amamos;
Ou simplesmente deixarmos,
O orgulho prevalecer,
Dando vazão às vontades do ego,
Gerador de hostilidade,
Destruidor do que sonhamos!

Podemos utilizar essa DÁDIVA MINUTO,
Para nos sentir parte do universo,
E agir eternamente para o bem,
Em todos os aspectos;
Ou podemos ser egoístas, pensando,
Sou só eu no mundo e pronto!
Gerando o mal,
Como a luz de um espectro.

Podemos viver intensamente o MINUTO, Nos interiorizando,
E deixando fluir a natural percepção,
Que o Amor, é a força maior;
Ou simplesmente podemos passar o tempo,
Sendo alheios às necessidades do próximo,
Acreditando que tudo vai de mal a pior!

Mas afirmo que com os RAROS MINUTOS,
Podemos fazer tanto por tantos,
Ajudando a acender a chama da fé,
Existente no recôndito de cada ser!
Já que tudo é fruto das nossas escolhas, Desejo de verdade:
O uso da clarividência de cada um,
Para fazer somente,
A consciência acontecer!

Escolha TODOS OS MINUTOS,
Para fazer jus a sua própria consciência.
Externalize suas virtudes,
E remova de si:
A dualidade da indiferença!

Daniel GetUP
Inserida por DanielGetUP
1 compartilhamento

Caminho
Consciência
Paz
Equilíbrio

Desvio
Tentação
Urgência
Prazer

Vazio
Ausência
Solidão
Distância


Angústia
Culpa
Desequilíbrio
Depressão

Prece
Silêncio
Surpresa
Encontro

Paz
Silêncio
Equilíbrio
Prece

Gratidão
Retorno
Consciência
Recomeço

Caminho
Paz
Equilíbrio
...
Ciclos

Eliane Stahl
Inserida por eliane.stahl

É com muita paz que eu pretendo passar
o dia de hoje.
Com o meu coração leve, com consciência
tranquila e apreciando a beleza da vida
que Deus diariamente nos permite enxergar,
mas nos falta tempo
para apreciar,
mas nunca é tarde para começar...

Anna L Ramos
Inserida por AnnaLRamos

O AMOR DE DEUS EM MIM

Se estou de consciência tranquila, nada me tirará a paz!
O perdão, não me deixa carregar o peso do passado, vivo com leveza!
Aprendi com as experiências, que só não vivi e fiz as coisas melhor, porque não sabia!
Hoje mais sábia, me perdoo pelos erros passados, o que me importa mesmo é errar cada vez menos hoje, procuro ser mais coerente e assertiva.
Na medida que me conheço, melhor me relaciono comigo, e mais cuidado tenho com os outros!
Foi preciso a vida me proporcionar momentos de solidão, confesso que de início, o confronto comigo foi difícil, sofredor, o que me fez fugir de mim, durante algum tempo e aceitar a companhia de pessoas, que não conseguiram trazer para a minha vida, a felicidade que buscava!
No fundo da minha alma, buscava a mim própria, e hoje posso dizer, que sou a minha melhor companhia, o meu melhor caso de amor!
Quando entrei no meu interior e me fui descobrindo, a alegria foi grande ao encontrar Deus me esperando, dizendo...amo-te minha filha!
As lágrimas secaram e deram lugar ao sorriso!
Nenhum amor se pode comparar ao amor divino, eu acredito que muitas pessoas saberão do que falo e sinto...
Por exemplo, enquanto caminho por estas pedras, Ele me mostra felicidade nas coisas mais simples, é o muito fácil amá-LO...

Marília Masgalos
Inserida por Masgalos
1 compartilhamento

Eu só queria um pouco de paz
Tranquilidade.... Poder ficar com a consciência limpa. Mas minhas decisões tornaram isso impossível. Minha insegurança, compaixão e minha mania de nunca falar nada... Me arrastaram pro fundo do poço. Minha cabeça não para e me castiga a todo segundo... Aonde eu fui me meter? O que eu estou fazendo?? Isso não me faz feliz, porque continuo??
Eu simplesmente não sei como reverter a situação... Só vou me arrastando, arrastando e arrastando, afundando cada vez mais no desespero... Na vontade contida de acabar com tudo isso... Me afundando no medo... No meu silêncio... Simplesmente por que não soube dizer um "não". Uma simples palavra teria me livrado de tudo isso e eu me calei...
Queria tanto fugir dessa minha realidade e desse mundo que dificulta tanto as coisas. Porque nada acontece? Não tenho um sinal, uma ajuda, uma desculpa, um nada... Além do silêncio, silêncio que me cala, que me sufoca... e que me mata os poucos.

darkness
Inserida por ThaDarkness

CONSCIÊNCIA EM GUERRA

Demétrio Sena, Magé – RJ.

Minha paz não tem paz com gemidos em volta;
com as guerras e crises; as balas cruzadas;
a revolta estampada nos olhos do mundo
que perdeu a razão e se deixou ruir...
Meu sossego é cruel, sem sentido e verdade,
se me perco na caixa de minha ilusão,
ponho grades em torno do reino abstrato
e da frágil versão do meu sonho ideal...
Só terei consciência se não for tranquila,
pois também me aniquila o que aniquila os outros;
se não for aqui mesmo, será mais à frente...
Criminosa é a mente que repousa e dorme
sobre todos os gritos de agonia e morte,
sob a nuvem de sorte que banha o seu ego...

Demétrio Sena - Magé-RJ.
Inserida por demetriosena

O pensamento é mutável e confuso.É necessário
seguir atento com a consciência desperta,para viver em paz e sabedoria;pois pensamentos conduzem a sentimentos e por seguinte a suas ações. Uma mente condicionada é carcere do espirito. Desperte a consciência,conheça seus pensamentos e assim agirá corretamente.

Ismael Simao
Inserida por ismaelsimao

O que esperar de um mundo onde as
pessoas se a atropelam.
Onde o ego vale mais que a consciência.
A arrogância guia mais os passos que a simplicidade.
O que esperar de uma geração onde tirar vantagem é ser esperto,
Onde ser do bem é coisa de besta.
O que esperar?
Nada. Nada de bom.Pelo menos.

Nathallye Costa
Inserida por NathallyeCosta

Sobre a covardia e a consciência
A covardia coloca a questão: 'É seguro? Mas a consciência coloca a questão, 'É correto?' E chega a uma altura da vida em que temos de tomar uma posição que não é segura, não é elegante, não é popular, mas o temos de fazer porque a nossa consciência nos diz que é essa a atitude correta. Então é necessário que não se confunda covardia com consciência. Provocar o outro para que ele tenha uma reação que a gente quer, é manipular a vontade do outro, que diga-se de passagem, deixa-se manipular, talvez porque seja cômodo, tenha medo, ou receba algum benefício em relação a isso. Pois bem, algumas pessoas tem consciência de que uma ação representa várias outras em cadeia, que poderiam interferir na vida de outros. E isso seria injusto. Assim, minha contribuição ao universo é sob hipótese alguma revidar. Eu amo, perdoo, sou grata, peço perdão, sou perdoada, sinto por todas as Dores minhas e compartilhadas, aceito, entrego e sigo. Não sou melhor nem pior que ninguém, apenas corrijo em mim, o que não gosto nos outros. Nina Lee Magalhães

Nina Lee Magalhães
Inserida por NINALEEMAGALHAES
1 compartilhamento

Consciência Cauterizada

Essa doença vem lá do espírito, além do além.
Deus me perdoe, mas até parece falta de prece,
prece que preste, ao ouvir anjos dizendo: Amém!
Então me pergunto: Será que existe inferno além?
Não basta Senhor? Que horroroso horror de palor!
Licença poética? A coisa é mais séria, é falta de amor!
Septuagenário, tomo a liberdade, sem me importar com idade,
desde a mais tenra infância, despojado de qualquer saudade,
lembro muito bem quando meu velho pai me mostrava
os mesmos políticos psicopáticos, quiçá, degredados
da velha e pomposa Europa. Assim me dizia:
Filho querido, não olhe em seus vestidos,
tampouco, seja louco de ser abduzido
por pensamentos insanos desses
seres hipócritas e profanos.
E os calhordas com gravatas de corda às bravatas
a lhes enforcarem também, nada sentem em suas
consciências cauterizadas, risos, risadas rasgadas
ao repetirem à papagaios sobre seus podres galhos:
Pagando bem, que perigo tem?
Vil prazer de fazer o mal,
coisa de mau político,
porém, real. Como pode o ser ser tão hipócrita
e satânico ao se dizer santo inocente com frieza
quente ao ser crente em sua clemente inocência?
Ressurge, bostejando em suas audiências, refertas
de mentirosas promessas, para depois, roubar o pão
do famélico irmão, quiçá, roubá-lo até em suas ofertas,
àquelas de suas quermesses, de padecimento padece,
crença que o Poderoso avença, tal tamanha inocência.
Poder maléfico a carregá-lo à mais vil profundeza.
É de dar nojo nojento de gente tão doente, nojo
nojento pra ser bem forense. Asco com vômito
sobre seus rachados cascos pleonásticos.
Cômico, se não fosse trágico sobre
o vômito miasmático só pra ser
prático, outra vez pleonástico.
Consciência cauterizada
donde o seu bode
fede e pode
dar
gargalhadas fétidas
de suas eminentes
palhaçadas
aparentes;
que coisa mais
engraçada
e tétrica!.

Excelentíssimas Excelências,
deidades emporcalhadas,
enxovalhadas de dramas
ao chafurdarem nas lamas.
Objetos de seus próprios dejetos

O povo aplaude após enrolado literalmente
pelas garras do sugador polvo da dor.
Sanguessuga qual suga o exangue
e simples eleitor trabalhador.

O trabalhador não despende de tempo
para pensar no mal, conquanto,
esses malfeitores, atores
do mal, anunciam
seus desamores,
esbórnias,
bacanais
imorais
amores
até na TV
pra gente
que sente
poder ver.

DEMO=DEMÔNIO
CRACIA=GOVERNO

Quem tem entendimento, entenda.

jbcampos

jbcampos
Inserida por camposcampos
1 compartilhamento

Uma vez que a consciência fale mais alto do que vossa RAZÃO; entenderemos que à vida; nesse momento; é ato de misericórdia.
-PURGATÓRIO.
Cabendo a nós, procurar mudar essa Filosofia de vida que nos leva à uma espécie de disco arranhado; ou ciclo repetitivo; nunca um Homem (A) poderia amar alguém de verdade se não existir o Amor próprio antes de qualquer coisa.
Não poderíamos viver em função do SISTEMA; quero dizer; uma vez que doamos sessenta por cento das nossas vidas ao trabalho; ainda entregar o que poderia fazer a diferença na hora da morte; seria o mesmo que depois de sobreviver a queda de um avião; pular de uma outra aeronave a nove mil pés de altura sem paraquedas, e esperar sobreviver.
-CARÁTER.

Cleber Guilherme Lima da Silva.
Inserida por CleberBolha

Somente ele; filho do pai, que reside dentro do interior da alma de cada um em forma de consciência, destroi as trevas e a escuridão causadas pela ignorância; atraves da luz do auto-conhecimento; do amor pelo interior da alma. Amor absoluto, auto-correção e devoção; tem como resposta a compaixão do filho interno.

Guilherme Marchetti
Inserida por GuilhermeMarchetti