Saudade de Pai e Mãe

Cerca de 206 frases e pensamentos: Saudade de Pai e Mãe

. .. Saudade do café feito pela minha mãe, das amizades verdadeiras, das madrugadas de farras, dos dias chuvosos, das ligações pela manhã, dos livros que costumava ler, dos filmes, dos sorrisos. Saudades de mim.

Ferrasso Marcelo
Inserida por ferrasso

Sinto saudades ! de meus netos, de minha filha, de minhas irmas,de meu irmao, de minha mae, de meu pai, da minha Maria, de meus sobrinhos e de todos aqueles queridos, que nao estao junto de mim. Uns porque estao longe, outros porque ja se foram para uma outra esfera...que nao conhecemos e da qual nada sabemos...mas uma coisa e certa: todos estao aqui agora comigo, no meu coracao e na minha alma.

IreneBP
Inserida por IrenePinheiro

Tenho saudade de sensações...
Como a paz que se sente no colo dos avós, ou no abraço de mãe.
A admiração e delicadeza no toque de uma criança.
O frio na barriga que só se sente quando tem paixão envolvida.
A energia que revigora quando se tem os pés tocados pela primeira onda do mar.
O vento que delicadamente toca o rosto e refresca alma, em um dia quente de verão.
Saudades do conforto e da paz contidos no abraço do amado.
Hoje amanheci assim, com saudades do que já passou e do que ainda não aconteceu.

Jeniffer Pompilho
Inserida por JenifferPompilho

MÃE - UM POEMA DE SAUDADE.

Não tenho mãe, quem me dera
Pudesse ter a ventura
De numa vida futura,
Ter outra vez Dna. Vera.

I

Eu não queria fazer um poema de saudade,
É que saudade é solidão presente,
Tampouco relembrar momentos de felicidade,
Nem gestos de mágica ternura...
Antes, eu queria tê-los novamente,
Guardados para sempre aqui comigo...

Ah! Que bom abrir os olhos
E ter o sorriso que me iluminava nas manhãs,
Estender a mão em busca da mão amiga
E encontrá-la...
Por isso,
Eu não queria fazer um poema de saudade...

Poema que meus olhos molhados
Quase não me deixam escrever,
Mas que o meu coração de poeta
E filho que ficou, escreve pra você,
Como último adeus e homenagem...

As horas continuam a se suceder
E só o velho relógio de parede as registra...
Nada é mais como antes,
E eu nunca serei como antes ,
Sem a presença daquela que amei, amo e amarei...
Não importa...

II

Recordações afloram à minha mente,
O lugar no sofá da sala está vazio,
O meu coração está vazio...
Não ouço mais a mesma voz que me repreendia
Pelas coisas erradas que fazia,
Nem aquela voz que carinhosamente
Me despertava com um “Bom dia!”...

Minh’alma morreu um pouco...
Eu morri um pouco!
A ausência de você é chaga que tortura...
Nem o Sol, embora claro o dia,
Consegue iluminar o negror
Da minha noite escura...

Hoje, eu vou conseguir,
Não obstante as lágrimas que teimam
em se fazer presentes
e a tristeza que agora me acompanha,
fazer o poema que sempre quis pra você,
Nem que seja, ainda que tarde,
Um poema de saudade...


EMILIO CARLOS ALVES
Enviado por EMILIO CARLOS ALVES em 14/01/2008
Reeditado em 14/01/2008
Código do texto: T817319

Emílio Carlos Alves
Inserida por EMILETO
1 compartilhamento

Estou com muita SAUDADE da minha MÃE

valeria
Inserida por KUHN

Saudades que me sufocam com lágrimas que me afogam; MÃE EU TE AMO!

Leandro Nascimento
Inserida por LeandroNascimento

Saudades daqueles que cresceram comigo, que brincaram de esconde esconde. Saudade da minha mãe conversar na porta da escola com as mães dos meus amigos. Saudade de tudo, de todos. Saudade de desenhos, de deveres divertidos para casa. Deviam ter me falado que não era para e crescer.

Isadora Lustosa
Inserida por isadoralustosa

Sinto saudades daquela mãe cheia de sonhos e desejos, cheia de cor, de encanto, de arte, humildade, simplicidade e amor. Aquela mãe que acolhe filhos de outras mães... Gosto da liberdade, ter quintal, e gosto quando os pássaros pousam nas árvores e dançam e cantam e amo tudo isso porque posso ser platéia, posso ver e no final levantar e bater palmas. Aliás, no ventre daquela mãe há motivos para bater muitas palmas, apesar da distância de um lugar para o outro, gosto do que vejo, do que tenho alcance, gosto de ver as conversas de final de tarde na frente de casa quando as mães cuidam seus filhos brincando nas ruas, gosto de ver no sinal em meio a todo o trânsito, os palhaços, os malabaristas, e até mesmo os vendedores de jornal. Gosto de ver que todos buscam um meio de ganho sem que seja a mão armada tirando os valores do próximo. Gosto de andar pelo centro e ver as luzes das praças, as águas bailarinas do teatro amazonas e do museu, as banquinhas de café da manhã exalando o cheirinho de tucumã com queijo coalho e banana frita... As peças teatrais e shows musicais espalhados por todo o Largo... Saudades Mãezinha Manaus. Um abraço apertadinho tipo folha de bananeira enrrolando o peixe que vai assar.

Wana Karen CBM
Inserida por wanakaren
1 compartilhamento

Saudades da minha mãe!
No céu tinha que ter um orelhão...eu guardei aquelas fichas pra quando eu sentisse vontade de falar com alguém especial.
Madalena Cunha que falta eu sinto e sinto que para sempre sentirei falta.

Lili cunha
Inserida por lilianapsicologia

Saudades deste tempo que não volta nunca mais! Minha mãe Luzia (in memoriam), passava minhas roupas quando criança, num ferro a brasa mesmo assim. Beijos.

Luiz Maria Borges dos Reis
Inserida por luizborgesdosreis

“EU SEI! SE EU MORRER DEIXAREI SAUDADES SÓ PARA MINHA MÃE POIS ELA VIU QUE TUDO QUE EU FIZ ,FOI POR SUA CAUSA.AS OUTRAS PESSOAS E UMA CONSEQUÊNCIA DE AFETO E RESPEITO E CARINHO QUE SENTIRAM POR MIM E GANHARAM UM POUCO DE TUDO QUE ELA RECEBEU,MAS SÓ QUE EM DOSES MENORES...MAS COM A MESMA INTENSIDADE”

Nivaldo souza soares
Inserida por Nivaldo789

quando nasce um bebê
nasce uma mãe
nasce o amor
nasce a saudade
nasce o ciúme
quando nasce um bebê
a vida renasce...

jhonsons baby
Inserida por giulyS2poesias

Mãe Justina

Saudade da sua palavra amiga
Quando aflita estavas tinha
Sempre uma explicação pra vida!
E pedindo pra confiar em Deus
Que no momento certo a vida
Tomaria o rumo certo
E tudo se resolveria
Hoje não se encontra mais aqui...
E estou só nessa multidão
Vivendo por viver e lamentando
Sua ausência onde tudo era flores
Quando aqui comigo estavas
Daonde estás ilumina meu caminho
Mostra-me a direção a seguir
Pois em meus pensamentos
Vivas sempre estarás...

Maria Bonita e Poesia
Inserida por Mariabonitapoesia

Mãe
Eu tenho saudades tuas..
e saudades dos teus conselhos!
O teu amor fez-me viver como nunca!

isabelRibeiroFonseca

Saudade daqueles tempos que eu era só um tuquinho de gente. Que ficava com raiva porque minha mãe não deixava pegar arroz em casa, pra fazer comidinha em panelinhas. Saudade de ficar triste porque minha mãe não quis comprar aquela boneca que todo mundo tinha, ou aquela certa boneca que fazia meus olhos brilharem. E mais saudades ainda ? , De ficar suja, brincar na terra, dizer que “AMO” do coração. E sem ter vergonha de ficar suja, e sem vergonha de dizer o que eu sentia. Só que agente vai crescendo, e vai ficando bobo … E já não tem mais aquela ingenuidade que uma criança tem. Não tem mais aquele brilho nos olhos. E o que sobra, é vergonha. Saudades disso. Saudades de quando eu não dizia “Eu te amo” para qualquer um. E sim, para quem realmente sempre me amou. “Os Meus Pais”. Saudades de quando eu não tinha vergonha de falar pra eles o quanto eu os amava. O quanto eu os amo.

Eleen M.
Inserida por EleenM
1 compartilhamento

Hoje acordei com saudades da primeira mulher que dormiu comigo...
Minha mãe!

Eu acabara de nascer.
Que Deus a tenha...

Valdecir Neves - Vila Velha - ES
Inserida por neves229

Eu quero ser o cara que te liga de madrugada pra dizer que está com saudades, o cara que sua mãe vai olhar e dizer “filha, esse é o genro que eu sempre sonhei”, quero apertar a mão do seu pai e dizer que a filhinha dele está em boas mãos e te mostrar que enquanto estiver comigo, você sempre estará segura e feliz.

Rawesley silva
Inserida por Rawesleysilva

Saudade da minha escola
Meu primeiro dia de aula
e do medo que eu senti naquele dia
Minha mãe me encorajando
Dizendo era preciso
No fundo, minha mãe sabia
Que meu maior medo era o dela
Deus não podia ter feito
Uma Mãe melhor que aquela
E eu fui
Com o tempo a coisa flui
As coisas que vão acontecendo
Vão diluindo nossos medos
Medo da vida
Medo do Mundo
Medo das coisas que estão lá fora
Medo de não saber tirar o medo
e colocar os filhos nos trilhos
Quando chega a nossa hora
de sermos nós
Os Portadores do medo
Aquelas Mães
Guardaram a Sete Chaves
Muitos segredos
Em mesclar um olhar carinhoso
Um zelo prestimoso
Uma chinelada suave
A voz que se tornava grave
E um dedo em riste, sempre que preciso
Aquilo ensinava juízo e prudência
Mas eu nunca...jamais aprendi
A ter a mesma eloqüência
Com tamanha simplicidade
Hoje, as nossas Mães aparentam
Ter ficado tão pequenas
Apenas parecem
Teus filhos cresceram, Mães
Mas...dias há, que carecem
Daquelas boas chineladas
O Mundo não ensinou-nos
Nada com tanto carinho
E com tanta sabedoria
A gente é que não enxergava
Tanta coisa boa
Que os filhos, nós
(essa gente à toa)
Fomos recebendo e deixando ficar
Neste longo caminho que trilhamos juntos
Por mais que eu tenha aprendido, Mãe
Eu nunca soube fazer nada
Que nem você fazia
E isso agora me dói muito
Hoje eu vejo que sempre foste
Senhora, em qualquer assunto.

edsonricardopaiva

EdsonRicardoPaiva
Inserida por edsonricardopaiva
1 compartilhamento

Saudade da minha mãe...

Joab Ramiro
Inserida por JoabRamiro

Mãe
É cada saudade que me dá
Hoje foi broa de Milho
Saudades das mãos dela
O calor das suas mãos
Na broa de Milho
Café servido com a broa
Deu saudade tanto da broa
Quanto das mãos dela

felicity Secret
Inserida por FelicitySecret