Poesias de Ana Maria Machado

Cerca de 5 poesias de Ana Maria Machado

São cinco pontas
Cinco destinos
areias tontas
de desatinos

Cinco sentidos
Cinco caminhos
Grãos tão moídos
Mares moinhos

Estrela guia
em pleno mar
outra Maria
a me chamar. "

Ana Maria Machado
25 compartilhamentos

Sei que a andorinha está no coqueiro,
e que o sabiá está na beira-mar.
Observo que a andorinha vai e volta,
mas não sei onde está meu amor que partiu e não quer voltar.

Ana Maria Machado
Inserida por pensador

Era uma vez uma voz.
Um fiozinho à-toa. Fiapo de voz.
Voz de mulher. Doce e mansa.
De rezar, ninar criança, muitas histórias contar.
De palavras de carinho e frases de consolar.
Por toda e qualquer andança, voz de sempre concordar.
Voz fraca e pequenina. Voz de quem vive em surdina.
Um fiapo de voz que tinha todo o jeito de não ser ouvido.
Não chegava muito longe. Ficava só ali mesmo, perto de onde ela vivia.
Um pontinho no mapa.

Ana Maria Machado
Inserida por pensador

AMIGAS INTIMAS
"e lindas todas as duas...Amigas. Era isso:Amigas íntimas.E se divertiam juntas, davam gargalhadas, bebiam vinho para comemorar segredos guardados em envelopes."

Ana Maria Machado ( Livro Canteiros de Saturno)
Inserida por maguibezerra22

A gente é feliz, representa uma espécie de ameaça para os outros, como se estivéssemos dizendo que somos mais competentes do que eles em matéria de construir felicidade.

Ana Maria Machado
Inserida por pensador