Pensamentos de Santo Agostinho

Cerca de 26 pensamentos de Santo Agostinho

O que é o tempo? Quando quero explicá-lo não acho explicação. Se o passado é o que eu, do presente, lembro, e o futuro é o que eu, do presente, antecipo, não seria mais certo dizer que o tempo é só o presente? Mas quanto dura o presente?

Creio para compreender, e compreendo para crer melhor.

Portanto, creio tudo o que entendo, mas nem tudo que creio também entendo. Tudo o que compreendo conheço, mas nem tudo que creio conheço.

Creio para entender e entendo para crer.

Que é, pois o tempo? Se ninguém me pergunta, eu sei; se quero explicá-lo a quem me pede, não sei.

Conhece-te, aceita-te, supera-te.

Conócete. Acetate. Supérate

Conhece-te. Aceita-te. Supera-te.

A beleza é realmente um bom dom de Deus; mas que os bons não pensem que ela é um grande bem, pois Deus a distribui mesmo para os maus.

Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer.

A esperança tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem; a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las.

Ter fé é acreditar naquilo que você não vê; a recompensa por essa fé é ver aquilo em que você acredita.

Conhece-se melhor a Deus na ignorância.

" Um Sábio da Antigüidade vos disse: Conhece-te a ti mesmo "

O orgulho é a fonte de todas as fraquezas, porque é a fonte de todos os vícios.

E que pretendo dizer-te, Senhor, senão que ignoro de onde vim para aqui, para esta não sei se posso chamar vida mortal ou morte vital? Não o sei. Mas receberam-me os consolos de tuas misericórdias, conforme o que ouvi de meus pais carnais, de quem e em quem me formaste no tempo, pois eu de mim nada recordo.
(Confissões)

Se dois amigos pedirem para você julgar uma disputa, não aceite, porque você irá perder um amigo; por outro lado, se dois estranhos pedirem o mesmo, aceite, porque você irá ganhar um amigo.

"Esperar significa acreditar no amor, ter confiança nas pessoas, dar o salto no incerto e abandonar-se a Deus totalmente".

Se quiser conhecer uma pessoa não observe o que ela faz, mas o que ela ama.

Deus não espera que submetamos nossa fé a ele sem razão, mas os próprios limites da nossa razão tornam a fé uma necessidade.

Podemos chamar o outro de amigo quando confiamos a ele nossas idéias.