Frases de Federico Garcia Lorca

Cerca de 14 frases de Federico Garcia Lorca

Todas as coisas têm o seu mistério, e a poesia é o mistério de todas as coisas.

Federico García Lorca
442 compartilhamentos

a noite esporeia
suas negras ancas
cravando-se estrelas

Federico García Lorca
34 compartilhamentos

A Terra é o provável paraíso perdido.

Federico García Lorca
70 compartilhamentos

Olha à direita e à esquerda do tempo, e que o teu coração aprenda a estar tranquilo.

Federico García Lorca
281 compartilhamentos

Como não me preocupei de nascer, não me preocuparei de morrer.

Federico García Lorca
103 compartilhamentos

A poesia não quer adeptos, quer amantes.

Federico García Lorca
1.3 mil compartilhamentos

A rosa
não buscava a aurora:
quase eterna no ramo
buscava outra coisa.

A rosa
não buscava ciência nem sombra:
confim de carne e sonho,
buscava outra coisa.

A rosa
não buscava a rosa:
imóvel pelo céu
buscava outra coisa.

Federico García Lorca
60 compartilhamentos

O mais terrível dos sentimentos é o sentimento de ter a esperança perdida.

Federico García Lorca
3.3 mil compartilhamentos

Há coisas encerradas dentro dos muros que, se saíssem de repente para a rua e gritassem, encheriam o mundo.

Federico García Lorca
140 compartilhamentos

SINTO

Sinto
que em minhas veias arde
sangue,
chama vermelha que vai cozendo
minhas paixões no coração.

Mulheres, por favor,
derramai água:
quando tudo se queima,
só as fagulhas voam
ao vento.

Federico García Lorca

Arder de desejo e ficar quieto sobre isso é a maior punição que podemos trazer a nós mesmos.

Federico García Lorca

A poesia é a união de duas palavras que nunca se supôs que se pudessem juntar e que formam uma espécie de mistério.

Federico García Lorca

Verde que te quero verde.
Verde vento. Verdes ramas.

Federico García Lorca

Verde que te quero verde.
Verde vento. Verdes ramas.
O barco vai sobre o mar
e o cavalo na montanha.
Com a sombra pela cintura
ela sonha na varanda,
verde carne, tranças verdes,
com olhos de fria prata.
Verde que te quero verde.
Por sob a lua gitana,
as coisas estão mirando-a
e ela não pode mirá-las.

Federico García Lorca
299 compartilhamentos