Juliana Brito: AMADURECER... Existe uma idade que...

AMADURECER...

Existe uma idade que determina quando estamos realmente maduros? São as nossas atitudes ou as dos outros que nos fazem crescer?
Amadurecer assusta, parece que perdemos a identidade, mas chega um tempo em que precisamos com urgência viver a maturidade, mudar nossas atitudes e entender que o mundo não gira somente em torno da forma como o entendemos e que as nossas verdades podem ser as mentiras de outros; que às vezes abrir mãos de certos conceitos não faz com que percamos o espaço de ser quem somos!
A maturidade nos ensina a viver com as decepções, com os ‘nãos’, nos dá crescimento pessoal, traz firmeza as relações. Amadurecer dói bastante, mas é melhor do que viver a vida inteira de impulsos incontroláveis. Não existe uma idade certa pra isso acontecer, às vezes nos descobrimos maduros com as perdas e decepções, em outras esses sentimentos não precisam acontecer, e “não precisamos nos agarrar a dor para justificar a nossa existência”.
A vida não espera por nós, ela tem o seu próprio ritmo e não podemos apenas sorrir e vê-la passar. Chega hora de pensar no outro, de perdoar mesmo que estejamos certos e deixar o ego pra traz. Não saber, mas precisar lidar com as coisas, é sinal de que a juventude está a porta por isso começamos a nos considerar deslocados e impedidos de ser feliz.

1 compartilhamento
Inserida por julianabrito