Venhamos e convenhamos, você era tudo... Gabriela Borges

Venhamos e convenhamos, você era tudo que eu sempre precisei. Mas ai, veio um vento forte, talvez uma tempestade gigantesca e te levou de mim. Outro dia uma pessoa me contou uma piada, eu sei que você amava piadas e eu amava as suas piadas. Naquele momento eu sorria demais, me sentia tão feliz, tão segura, tão minha. Mas em seguida, desabei, queria contar pra você, queria te ligar e fazer você morrer de rir, mas eu não podia, não sabia, nem fazia a mínima ideia de como reagiria. Ai me veio toda a tristeza na cabeça, todo o medo de não '' ter '', de não conseguir continuar. Outro dia também, um amigo meu se declarou pra mim, é bom saber que alguém nesse mundo pelo menos gosta de você, te acha interessante, mas é ai que tá, eu não gosto dele, nem uma migalhinha de sentimento eu sinto pelo coitado. Mas enfim, a dor está se tornando normal pra mim, ela fica no canto dela, algumas poucas vezes sem me encomodar e na maioria das vezes, quase rasga meu coração e sai gritando por ai que já mora em mim faz tempo, que danada ela. Mas espero que ela vá embora, que eu me livre dessa dor, que ela arrume as malas e vá, e que você arrume as suas, e venha.

1 compartilhamento
Inserida por gabrielaborges