Adriano Souza Lemes: Paixão interrompida Choveu muito essa...

Paixão interrompida Choveu muito essa madrugada Era fim de semana E eu na estrada abandonada Me sujava com as poças de lama Antes, nos braços daquela moça adorá... Frase de Adriano Souza Lemes.

Paixão interrompida


Choveu muito essa madrugada
Era fim de semana
E eu na estrada abandonada
Me sujava com as poças de lama

Antes, nos braços daquela moça adorável
A que eu mais amava na vida
E agora, o que faço com esse amor miserável?
Essa paixão interrompida

Paro em um canto e acendo meu cigarro
Tenso sufocar as mágoas com aquela fumaça toxica
Sinto que estou morrendo, solto um escarro
E um ultimo suspiro de vida me enchem os pulmões.. não sinto mais nada

Sinto-me caindo em um abismo infernal
E as almas, como feras torturadas gritam
A violência que eu causara fora fatal
E as almas me apedrejam

Entre elas escutei uma voz feminina me chamando
Perguntara por qual motivo avia matado ela
Percebi que ela continuava me amando
“o amor da minha vida” era ela

Um sentimento de culpa tomara minha mente
Lembrei o que avia acontecido aquela madrugada
Foi apenas um acidente
Mas um acidente que colocou em jogo a minha, e a vida de minha Amada..

1 compartilhamento
Inserida por AdrianoLemes