Eberaldo Martins O Raposa ( Igor Improta Figueredo): Foi de repente, então falei: E se for...

Foi de repente, então falei: E se for assim?
Saiu da minha mente, então surgiu...
Fugiu...
Eu esqueci!

Então não era tão importante assim?
Porque não?

São eles os culpados da minha forçada amnésia.
Me fazem calar!
E se me servir um dia?
Posso sim guarda-las!

Ideias, ideias, ideias, ideias...

“Não é importante!”
Porque não?

“esqueça isso, não quero ouvir, louco!”

Sim eu sou...

Me dizem que sou, sou insano toda vez que abro a caixa da verdade!
Eu não quero ser seguidor, muito menos ser seguido.
Mas não me peçam para eu largar o meu vício!

Pensar é o meu único vício!

1 compartilhamento
Inserida por RaposaIgor