Naeno Rocha: MUNDOS Porque me perguntastes Que beleza...

MUNDOS Porque me perguntastes Que beleza eu abraço como minha E por igual que se sugere São da generosidade de dois mundos Que valem o mesmo peso E a mesma medi... Frase de Naeno Rocha.

MUNDOS

Porque me perguntastes
Que beleza eu abraço como minha
E por igual que se sugere
São da generosidade de dois mundos
Que valem o mesmo peso
E a mesma medida.
Um onde eu passo triste
Como uma árvore
Que derrama todas as suas folhas
Na estação diferente ou pelo tempo
É o mundo em que acolho
E passo dias me desviando
Das correntes de ar
Que batem em minha pele fina.
Passo para outro mundo
O mundo que em tudo muda
E me acoberto de flores amarelas
Este tempo eu fico na alegria dos ventos
Que encarecem os meus dias
E eu cultivo outros brotos
Como um pai natural
Alguém que se atém a espera da beleza
Como um tempo sorridente e próprio.

1 compartilhamento
Inserida por naenorocha