Naeno Rocha: CIRCUNFLEXO Quando me chegas colada a...

CIRCUNFLEXO Quando me chegas colada a mim Eu te afianço os cuidados das minhas mãos Como se fora uma ode para ti E me esguicho frente aos teus olhos Tornando-me... Frase de Naeno Rocha.

CIRCUNFLEXO

Quando me chegas colada a mim
Eu te afianço os cuidados das minhas mãos
Como se fora uma ode para ti
E me esguicho frente aos teus olhos
Tornando-me rio de águas de cristais.
Para o meu infortúnio
Tu pouco me abraças
E neste desejo calado
É que eu te amo amordaçado.
Me ponho a olhar para o meu jeito
Nma postura bem comum e torturada.
Entregues a ti, os meus braços me castigam
Refreio em minha boca algum gesto
E me perguntas: como vais comer
Como vais beber do que tu gostas
Como, depois, desta besteira
Vais acariciar novos amores?
Recostado em mim na posição de escora
Um anjo dorme seu sono do céu
E quando acordas da premonição acertada
Falas o meu nome e me dá-me
Tudo o que tinha apagado de mim
E tudo o que me fazia falta.

1 compartilhamento
Inserida por naenorocha