Desconhecido: O MILAGRE DA CANÇÃO DE UM IRMÃO Como...

O MILAGRE DA CANÇÃO DE UM IRMÃO

Como qualquer mãe, quando Karen soube que estava grávida pela segunda vez, fez todo o possível para ajudar o seu outro filho, Miguel, de seis anos, a se preparar para a chegada da irmã. E o menino estava ansioso. Todos os dias fazia questão de cantar perto da barriga da mãe e sempre repetia que amava a irmã.

A gravidez de Karen foi normal.
Finalmente chegou o dia do parto. Tudo corria bem até surgirem algumas complicações. Depois de muitas horas de trabalho de parto, a criança nasceu. Mas estava muito mal e por isso foi direto para a UTI neonatal.

Os dias passavam e a irmã de Miguel só piorava. O médico chegou a dizer aos pais para se prepararem para o pior.

Karen e o marido, sofrendo muito, começaram, então, os preparativos para o funeral da filha.
Mas Miguel ainda mantinha sua esperança e todos os dias pedia aos pais para conhecer a sua irmã. Ele dizia:

•Pai, mãe, eu quero cantar para a minha irmã!
A neném estava na UTI há quase duas semanas e os médicos continuavam acreditando que ela não sobreviveria.

E Miguel insistia em ir ao hospital para cantar para a irmã. Porém, não era permitida a presença de crianças na UTI. Mas Karen decidiu levá-lo mesmo assim, pois Miguel não tinha visto a irmã e, se não fosse naquele dia, talvez não a visse viva.

Karen então, colocou uma roupa um pouco maior nele, para disfarçar a idade. Mesmo assim, a enfermeira não permitiu a entrada de Miguel na UTI e mandou que a mãe o tirasse dali. Karen, porém, determinada, disse:

- Desculpe-me, enfermeira, meu filho não vai embora até ver a irmã!

Finalmente Miguel foi ver a irmã, que estava na incubadora. E ficou olhando para aquele pedacinho de gente que perdia a batalha da vida. Depois de alguns segundos, Miguel começou a cantar. A letra da música dizia assim: "Você é o meu sol, o meu único sol. Você me deixa feliz mesmo quando o céu está escuro…"

De repente, a irmã de Miguel pareceu reagir. Sua pulsação começou a baixar e se estabilizou. Karen pediu para o filho continuar cantando. Agora a letra dizia: "Você não sabe, querida, o quanto eu te amo. Por favor, não leve o meu sol embora…"

Enquanto Miguel cantava, a respiração difícil da neném ia melhorando. E Karen, emocionada, pediu para o filho não parar de cantar. E ele obedeceu.

A irmã de Miguel foi relaxando, se acalmando...

A enfermeira, que assistia a tudo, começou a chorar.

Miguel continuou cantando aquela música que falava de carinho e amor... por muito tempo, ali, dentro da UTI fria daquele hospital.

E, no dia seguinte, a irmã de Miguel estava salva. Em poucos dias teve alta, para a alegria de todos.

A imprensa local divulgou a história como "O milagre da canção de um irmão". Os médicos chamaram de Milagre. E Karen chamou de Milagre do amor de Deus.

LIÇÃO DE VIDA:

O amor cura tudo!

1 compartilhamento
Inserida por JAMIGO