Priscila Saraiva Déde Freire: Quem sou eu? Hoje me peguei a procura de...

Quem sou eu? Hoje me peguei a procura de frases que me definissem, mas definições só existem para quem se limita. Definição nos torna estáticos, nos param no tempo e espaço e nos restringem a sentimentos que não queremos ter (ou ser) para sempre. Por isso prefiro à dinâmica, de poder ter (ou ser) sentimentos e emoções que eu bem entender, sem precisar me justificar para ninguém. Prefiro a liberdade de poder me reinventar para o mundo e perceber que, mesmo que ele gire depressa, não conseguirá me acompanhar, pois sou turbilhão, sou como água corrente que passa depressa e não se deixa arrastar. Sou a vontade de mudar a cada dia, e de arrastar (e não ser arrastado) pela vida e pelo que ela impõe. Não me permito este tipo de emoção, e não serei passiva e me deixarei dominar. Serei ativa e reativa a tudo que me toca, a tudo que me afeta (para o bem e para o mal). E se não valer à pena, serei indiferente a tudo que não mereça à minha reação. Posso não ser a melhor companhia, mas sempre serei o melhor que posso oferecer. Posso não ser exemplo, mas sempre serei crescimento e evolução. Posso não ser o que você deseja e espera, mas com certeza sou muito mais do que você seja capaz de imaginar (ou alcançar).

1 compartilhamento
Inserida por PriscilaFreire