Matheus Siqueira Barros: ODE AO INFINIT(O)ESIMAL O discreto...

ODE AO INFINIT(O)ESIMAL O discreto presente. O presente secreto. Nada de concreto e estrato. Nada de abstrato e concreto. Óh Deus, é muito bom pra ser verdade! ... Frase de Matheus Siqueira Barros.

ODE AO INFINIT(O)ESIMAL
O discreto presente.
O presente secreto.
Nada de concreto e estrato.
Nada de abstrato e concreto.
Óh Deus, é muito bom pra ser verdade!
Deus é muito bom pra ser verdade, óh!

1 compartilhamento
Inserida por matheusart