Prefira Borboletas (Mariana Lobo): Oi, como você está? Aqui é o seu...

Oi, como você está? Aqui é o seu amor, mesmo que não aceite, ainda seu amor, só seu. Hoje não passa de um dia normal onde cumpro fielmente minha rotina: Me levanto com o pé direito para que talvez possa mudar alguma coisa; pego uma xícara de café e me sento no sofá da sala, então miro qualquer coisa pra dar um espaço pra minha mente pensar no que quiser, e sem querer, ela me mostra você. Não sei o que está fazendo, se quer imagino o que está pensando. Seria em mim? Acredito que não, pois você ao menos tem meu telefone, já perdeu entre os outros há muito tempo, não é mesmo? Caso precise dele, não sei, para conversar um dia, me procura, mas me procura com carinho, não assim de repente.
Como estava dizendo, minha mente mostra você, mas te mostra tão perto, como se fosse o que você também desejasse, entende? Não, não entende, é dramático demais para o seu gênio forte. Saiba que não me interessa saber por onde andas, nem com que meninas comuns andas se encontrando, afinal, elas só são meninas, dessas quaisquer que se encontra facilmente ao seu redor. Você vive rodeado delas, não é mesmo? Engraçado como isso me provoca sensações estranhas, claro que não é ciúme, isso não faz parte do meu jeito paranoico de agir. Jamais. Só estou escrevendo isto para me lembrar de alguns momentinhos que já passaram, não pense que momentinhos os tornam simples, foram grandes momentos, acredite. Não quero nunca que leias este rascunho, só quero te olhar nas ruas e sentir um imenso desprazer em lhe ter tido em meus braços e hoje somente nas recordações. Vou sorrir quando te ver, mas vai ser por educação, mesmo que dentro de mim, as borboletas estejam fazendo festas - fora de momento -, mesmo que eu queira chorar, vou sorrir, pois como você me disse: A vida continua, aconteça o que acontecer.

2 compartilhamentos
Inserida por prefiraborboletas