Jéssy C.: Mas quando fiquei de frente, me faltaram...

Mas quando fiquei de frente, me faltaram palavras. Era como se ficasse sem voz, tentei de todas as maneiras que da minha boca, que insistia em ficar fechada, fizesse sair alguma palavra para mudar aquele momento, tentando o tornar único. Não adiantou, é como se ela não fizesse mais parte de mim, como se tivesse vida própria e me abandonaste justo naquele momento. Olhei sorri e parti arrependida, como deixei escapar, sabia que pudesse não voltar a ter mais oportunidades.
Indo embora para minha casa, encontro no caminho minha vizinha Lúcia, alta magra e com humor desigual. Contei toda a história que havia ocorrido antes de tê-la encontrado, ela sorriu aquele sorriso que particularmente eu adorava, e me disse
- Há de ter outras oportunidades Juca... o apelido que me dera . – você há de ver, ainda vai me encontrar e contar a história totalmente diferente, com abraços e beijos no contexto.
Com o sorriso que abri naquele momento, percebeu o tamanho do meu entusiasmo por aquela simples frase. Lúcia sabia exatamente como melhorar meu humor, e como me deixar feliz, tinha as palavras certas sempre.

1 compartilhamento
Inserida por jehroelo