Naeno Rocha: GINA Amo, que sinto, desando Gosto de...

GINA Amo, que sinto, desando Gosto de ter em meus braços Sempre minha flor dormindo. Ela é uma obstinação minha E da roseira ainda pra rachar-se. Vejo a mulher ... Frase de Naeno Rocha.

GINA

Amo, que sinto, desando
Gosto de ter em meus braços
Sempre minha flor dormindo.
Ela é uma obstinação minha
E da roseira ainda pra rachar-se.
Vejo a mulher e me provoca a rosa
Acochado o meu coração.
Primeiro veio o botãozinho,
Logo se abriu num soninho
Minha delicada, tão mínima
Todo diamante é assim.
Porque não haveria de ser
O amor, todo de estimação
E Ela além de ser muito mais que gente
Por aí, chamo meu amor, coração
Só do batente pra dentro
Meu coração a tem nos braços
Pra onde ela pousa subindo,
Amo esta mulher pequenina,
Como já a botei em minha sina,
Amo esse anjo encantado
Amo essa força de cima,
E para que todos sabem
Desse amor que a mim anima
O nome dela confesso,
Eu mesmo não sei qual daria
Mas quando a viram no galho
O mais alto da rosa-mimo,
Já foram logo chamando,
O meu amor, de GINA.
_____________
naeno*comrervas

1 compartilhamento
Inserida por naenorocha