Wagner Lira: Antes da curva da estrada eu sabia bem...

Antes da curva da estrada
eu sabia bem pouco ou quase nada
então em minha mente se desenhava um quadro
sem formas precisas, nada de exato
então eu me calei, me silenciei mesmo
e como o silêncio foi terrível! Não me fez nada bem
O silêncio trancou até meu próprio riso
que em vários momentos foi o alívio para outros e também para mim!
Mas pelo menos agora ressurjo do "nada"
esperando que após a próxima alvorada o canto dos pássaros me alegre um pouco como antes.
A dor é efêmera, passageira
e não vai ser na estação primeira que vou abandonar a embarcação
conto com você, conto com Deus e comigo
pois sei que somente assim eu consigo
passar por tudo sem me entregar à solidão
Ainda estou na curva da estrada
fazendo minha parte, ou quase nada
mas caminhando sempre, deixarei boas marcas neste chão.
Por isso eu digo:
"o Homem não nasceu para viver isolado"
que chore suas dores, que sofra calado,
mas jamais negue um sorriso, uma palavra amiga à quem disso precise.
WagnerLira

1 compartilhamento
Inserida por WagnerLira