Acontece que você escolhe, razão ou... Natália Montezino

Acontece que você escolhe, razão ou emoção e sem meio termos, eu perco todos eles pelo caminho, mas realmente acho que um meio termo entre razão e emoção seria bom. Mas sinceramente meio termos me incomodam e não consigo chegar a eles. Não sei nem se posso com ‘sinceramente’, devastei tudo sem pensar quando optei pela emoção, e não contei. Proteger alguém que você ama omitindo as coisas é comum, mas não é a maneira certa e pra falar a verdade não me orgulho, nem se pode dizer que isso é um ato de proteção. O medo de magoar persegue, e também não é legal que alguém fique sabotando sua mente o tempo todo.
É ruim decepcionar as pessoas a sua volta, pior ainda pra alguém como eu, é se decepcionar com você mesmo, não segui minhas próprias regras de coisas que eu aprendi. Senti na pele, que você pode ser o rei do seu próprio mundo , e mesmo assim , em algum momento as coisas começam a ficar pesadas e você cai. E rir de alguém que cai não é legal, eu já ri de vários que caíram, mas todos inimigos. Quando caí a primeira pessoa que riu e tirou sarro bem na minha cara, me matou mais que a minha própria queda. Aprendi até o que eu não queria. E quando me senti sem saída resolvi fazer uma visita, só uma. Me perguntei que espécie de pessoa eu sou? Que não consegui nem dar um passo a frente diante disso. Não consegui abrir minha boca, de repente a saliva secou, eu tentei dizer, as palavras saíram tropeçadas, e na tentativa demente de ter você me perguntei mentalmente como conversar com alguém que esta submerso na terra a exatamente onze anos. Eu tenho tanta coisa engasgada aqui e falar seria como rasgar uma artéria, ia jorrar sangue enlouquecido por todos os lados. e sangue desespera e não acalma. Faz onze anos que vou ver você e na verdade não te encontro exatamente, e esse é um desespero só meu. E assim falando sobre desesperos chego a você, meu desespero vivo e em pé com sangue correndo nas veias e uma vida inteira pra viver, e outra vida em suas mãos. Meu desespero em todos os sentidos. Pra tudo que você pensa ‘acha’, dou lhe apenas o tempo pra enxergar sem essa obsessão que cega. Repto mentalmente afim de me acalmar que o que é certo é o que fica, uma consciência limpa vale uma vida, e sempre é tempo de recomeçar, acordar e tentar ser alguém melhor do que sou agora.

1 compartilhamento
Inserida por nmontezino