Lucas Munhoz: Soneto do amigo Gosto de ti eternamente,...

Soneto do amigo Gosto de ti eternamente, meu poeta! A ti, que és tão adorado ao meu amor A ti, que és meu grande amigo do labor. Brilha-te o vosso soneto à boa ... Frase de Lucas Munhoz.

Soneto do amigo

Gosto de ti eternamente, meu poeta!
A ti, que és tão adorado ao meu amor
A ti, que és meu grande amigo do labor.
Brilha-te o vosso soneto à boa ponta.

Em que o brilhaste tantos carinhos a ti,
Camões brilhou o teu coração à poesia,
Há o ensejo vivo como o belo dia!...
Adoro-te o bom coração em que vivi...

Adoro-te a boa amizade sem brilho,
Em que ouvi a tua vida tantos fulgores,
O belo soneto, que és um grande ninho.

Adoro-te como o teu melhor amigo,
És um único sonetista, se deres bem
Adoro-te a boa saudade sem abrigo.

1 compartilhamento
Inserida por lucasmunhoz