G. Cesar Rodrugues S.: São Paulo, 03 de Outubro de 1992...

São Paulo, 03 de Outubro de 1992

Querido Maninho Cesar

É preciso uma canção, um som, talvez um barulho qualquer
um ruído estridente depois o silêncio da mente na calmaria total.
Escorre uma lágrima, outra e mais outra, embarga a voz
pela emoção, agita e entedia a mente ao mesmo tempo.
Dilata,dói, aperta, aflinge e atinge o super-égo.
É preciso uma razão, meditação, apenas um fato a toa
pra justificar a brecha emocional, entre um suspiro e outro há um transe real enexplicáel, contestável mais há...
é o q mais importa agora!!!
Acontecer é importante, ter um curso natural para as coisas acontecerem é fundamental.
Emotividade nem sempre é deixar o choro sair, a lágrima rolar, confusão da mente o essencial mesmo e poder existir infinitamente.

Sujeitar a interferir nos acontecimentos requer mais que ser racional é preciso sentir, derivar espaço, deliberar não se ver, ilimitar esforços, querer viver o instanteseguinte, acrescentar luz a penumbra, descobrir-se.
É preciso bem mais que uma canção envolvente,abstrata,
bem mais que os olhos observam, ainda mais que a pele sinta,
é preciso assumir o papel,o roteiro criado por você.
Basta deixar a alma vagar sem identidade, sem nome ou codi-nome.
O PRINCIPAL É SER FELIZ. E SER FELIZ É PRECISO!!!!

"SIGA SEU PRÓPRIO CAMINHO PRA SER FELIZ DE VERDADE"!!!

De sua Maninha que ti adora

"Crizinha"

1 compartilhamento
Inserida por ceh