©Siomara Reis Teixeira: Sim! Sou teus versos reescritos, impuros...

Sim! Sou teus versos reescritos, impuros e aflitos Como a vertigem, doce e quente da paixão arremetendo aos delírios da compreensão Ah! Alucinação impenitente d... Frase de ©Siomara Reis Teixeira.

Sim! Sou teus versos reescritos, impuros e aflitos
Como a vertigem, doce e quente da paixão
arremetendo aos delírios da compreensão
Ah! Alucinação impenitente da minha saudade...
Entra em mim como doença, dor intensa
Aí não falo, engulo o grito
Não durmo, me agito
fico insana, me torno a mais profana de todas as mulheres
faço todas as tuas vontades, perco a identidade
abandonada, lânguida e sem defesas
desejo o meu desejo, servido em tua mesa
ser a entrada, o prato principal e a sobremesa

1 compartilhamento
Inserida por siomarareisteixeira