Eliaxe Mondarck: Cada vez mais profundo, tão distante e...

Cada vez mais profundo, tão distante e adormecido,
que torna-se cada vez mais longe
a possibilidade de tornar novamente ao sociável.
Adormecido por anos, leve despertar entre
um delírio e outro, entre um sorriso e outro,
mas em que mundo habitamos alem do nosso próprio?

1 compartilhamento
Inserida por Carmilla