Pâmella Ferracini: Devaneios Emergentes Hoje em dia está...

Devaneios Emergentes



Hoje em dia está cada vez mais difícil se ouvir um "Eu te amo " realmente sincero
aquele dito não só com os som das palavras ,mas sim aquele vindo do coração...
Aquele sentimento puro e verdadeiro,onde se é capaz de fazer nascer uma flor em um deserto,
que não se enquadra a sites de relacionamentos...
que não se compra,que não se vende,e que nunca se troca, como quem troca um favor .
Talvez eu nem seja a pessoa mais adequada para falar desse tal amor,que mexe tanto
com as pessoas... que tem uma capacidade incrpivel de mudar um olhar,uma atitude
que faz perder a fala,suar frio,e que de uma hora para outra tira nosso chão,e nos põe á realidade .
Eu falo do amor que tudo crê,que tudo espera... onde não venha a ser egoísta,
pois o amor não se tranca,não se sufoca,não se manda.... ele nos encontra .
Sim! falo desse amor que te invade de esperança,que te faz acreditar em seus sonhos,
que te faz acordar e ir em busca de realizar seus sonhos .
Em tempos que o uqe mais se vê são pessoas dotadas de um sentimento
vazio,uma sede por dinheiro,status,um carro do ano... como se tudo isso fosse a única,
coisa que se realmente seja capaz de deixar alguém feliz .
Não que seja ínutil tais referências,pois tudo que tento dizer é apenas abrir seus olhos...
Em dias de total deturpação,ja não se é capaz de ver qual o significado da expressão
"Eu te amo" ”, um interesse oculto, uma carência ( de afeto,carinho e até do próprio amor) . O interesse e a carência as vezes têm o mesmo fim, como uma borboleta,que quando está vivendo seu doce sonho (á vida) é logo pega pela morte e pouco vive . O amor nem sempre resulta na paixão , pois o amor não tem prazo de validade,ja a paixão dura apenas ate onde à satisfação das próprias necessidades e vontades se resultam ao corpo .
Ah o amor... para uns utopia ou até mesmo loucura, para mim é a busca de uma felicidade propriamente dita .
A felicidade talvez só seja compreendida quando vista não pelos olhos,mas sim sentida com o coração,onde não seja preciso o tempo para reafirmar o que se sente por alguém,que não venha a machucar,para saber que o amor sangra também... enfim ! que não faça um " Não" um motivo para matar,pois o amor é livre...
não é egoísta,não pode ensinar como quem adestra um cão,não é aquele que se dita as regras como em uma conta de matemática,não se obriga ninguém a amar,se dá boas razões para que haja uma troca de amor...
e se não for corespondido garanto que sempre haverá alguém na mesma situação que a sua .
Onde se crê que sempre terá um outro amanhecer,e com ele as esperanças se renovam
as forças se refazem,o brilho no olhar se invade e contempla mais uma vez a chama do amor .
Esse amor que ainda não esta ameaçado de extinção mais que cada vez se faz apagar e juntamente com ele os seus amantes do amor e todos aqueles que se deixam inebriar por este sentimento essêncial e especial .
Mas... antes que ele se vá definitivamente ou que consigam extingui-lo .

1 compartilhamento
Inserida por PamellaFerracini