Kaab Al Qadir: Arma e Amor Abaixe as armas, as entres...

Arma e Amor


Abaixe as armas, as entres se quiseres.
Abaixe as armas e ames se puderes.
os pesares são múltiplos já que multiplicamos os elos da inconstância
plantamos e colhemos arrogância, nossa ignorância é nosso intimo, construímos castelos fixos porem fictícios...
Trilhamos caminhos sonhos repartidos partidos com o a voz do silêncio da solidão, sonhar tem preço e a quem o venda vendado, a quem o compre como enganador e na realidade é o maior enganado.
Arma e amor lado à lado constantemente, assim são nas guerras... feitos de efeitos atribuídas ao homem como maior defeito, a guerra travada com o ego da soberba visão do ser e ter sempre mais e mais e nada mais.
Se seremos um dia somente amor? Não sei !!!O que sei é que sempre fomos e somos o que buscamos com luta e verdade ser, buscando a qualidade no ser e não a perfeição no ser, pois nascemos sendo o que somos e o que viermos a ser é conseqüência de ser, ser verdadeiramente humanos no amor.
Pois ha quem ame somente a arma, e a arma acredita que mata o amor, no entanto o amor não mata a arma ensina a amar, e por mais que quase sempre a arma queira matar o amor... nasce em algum canto como encanto de um conto, essa arma pouco usada, mais eternizada... chamada amor.

1 compartilhamento
Inserida por cesarjihad