NILO DEYSON MONTEIRO PESSANHA: POETA NO TEMPO DA ESPERA Por Nilo Deyson...

POETA NO TEMPO DA ESPERA Por Nilo Deyson Mas um instante passou. A fonte do sonho infinito ainda cabe no berço de um outono. Adiante o poema é translúcido, e di... Frase de NILO DEYSON MONTEIRO PESSANHA.

POETA NO TEMPO DA ESPERA
Por Nilo Deyson

Mas um instante passou. A fonte do sonho infinito ainda cabe no berço de um outono.
Adiante o poema é translúcido, e distante a palavra vem do pensamento.

Quando o ser que vive no sonho infinito unir-se em meu mundo real, nascerá então o início real, colocado será portanto, no berço da inocência à vista de meus cuidados e carinhos... ainda cabe...

Sou simples como o grão de uma poesia, sei esperar, pois em meu íntimo sou como a melancolia, e feliz por essência como quem em uma tarde ama como a chama ama o silêncio, doce ao vento que trás e leva o tempo...

Nilo Deyson Monteiro Pessanha