Sandro Paschoal Nogueira: Caminhos de um Zé Por quais #caminhos...

Caminhos de um Zé


Por quais #caminhos seguirei nessa noite?
Por ávidas lembranças ou certezas das incertas horas?
Que farei então agora?

Disfarçar um sorriso...
Fingir que gosto da conversa do bêbado...
Mão molhada...
Hálito de cachaça...
Rostos envelhecidos...
Dar-me por vencido?
Ao ninho...
Travesseiros jogados...
Lençóis amassados...
Sapatos virados...
Ventilador ligado....
Mosquito que me deixa irritado...
Na escuridão de olhos fechados...
Aguardo sonhos coloridos...
Desejos sentidos...
De tempos perdidos...
Nunca esquecidos...
O tempo passa...
Alma não se acalma...
Coração quer algo...

Chove na rua...
E as pedras...
Azuis e nuas...
Convidam a seguir um destino...

Que caminho seguirei agora?
Na fantasia de um sorriso bonito...
Apareceu...estava sumido...
No fundo de um copo vazio...
Vou embora...
Deu a hora...
Não me interessa...
Conhecer....
Qualquer Zé...
No esperar não consigo...
Acho difícil...
Sigo...



Sandro Paschoal Nogueira
Conservatória RJ