Sérgio Cancioneiro: Morena ingrata morena... Porque tu não...

Morena ingrata morena... Porque tu não tem pena... Deste amigo que deixaste... Tão de repente abandonaste... Amigo que te considerava... De certa maneira te ama... Frase de Sérgio Cancioneiro.

Morena ingrata morena... Porque tu não tem pena... Deste amigo que deixaste... Tão de repente abandonaste... Amigo que te considerava... De certa maneira te amava... Inesperadamente acabou tudo... Fiquei cego surdo e mudo... Sem nada entender... Como assim eu fui perder... Tua amizade teu carinho... E agora aqui sozinho... Cheio de tanta saudade... Possuído de tanta vontade... Pra saber se tu está bem... E se é feliz também... Embora por ti desprezado... Não me sinto magoado... Um grande motivo te dominou... E de mim te afastou... Mas ainda sou teu amigo... E podes morena contar comigo... Pois aqui eu estou.
.

1 compartilhamento
Inserida por sergiocancioneiro