Ministério pãodiário: O assassinato do amor Se Deus nos amou...

O assassinato do amor

Se Deus nos amou tanto, nós também devemos nos amar uns aos outros. - 1 João 4:11

Nosso mundo moderno cometeu assassinato. Ao tentar viver sem Deus, matou o amor.

Milhões de pessoas hoje não procuram mais satisfação por meio de um relacionamento amoroso com Deus e com outras pessoas. A vida gira em torno de si e eles estão ocupados buscando sua própria realização.

Esse fascínio pelos interesses próprios invadiu nosso mundo cristão, como mostra os livros atuais mais vendidos. Uma análise do autor James Hunter, das oito mais prolíficas editoras religiosas conservadoras, revelou que “87,8% dos títulos tratavam de assuntos relacionados ao eu, sua descoberta e educação, e a resolução de seus problemas e tensões. Os restantes 12,2% dos títulos tiveram que carregar o resto da carga ”.

Nós que cremos em Jesus Cristo devemos tomar cuidado para não cairmos na preocupação com o ego que marca nossa cultura. Nosso chamado é amar com todo o nosso ser o Deus que primeiro nos amou e amar os outros como a nós mesmos. Este é o caminho para uma vida satisfatória e cheia de alegria.

A carta do Novo Testamento de 1 João declara: “Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. . . . Amados, se Deus nos amou, também devemos nos amar uns aos outros ”(4: 8,11). Nossas vidas mostram que conhecemos a Deus?

Quão triste quando chamas de amor queimam
em corações que, uma vez que o seu calor sabia!
No entanto, Cristo livremente dará graça
E fará com que esse amor brilhe novamente. —DJD

O amor por Deus fará com que você viva para Deus. Herbert Vander Lugt

Inserida por 2019paodiario