Linaveira: UMA HISTÓRIA TOCANTE SOBRE DEPRESSÃO...

UMA HISTÓRIA TOCANTE SOBRE DEPRESSÃO

Eu estava na sala de espera para fazer um exame de ultrassom - Rotina - quando chegam duas senhoras com certa intimidade. Uma aparentando ser muito mais jovem que a outra. A mais jovem que parecia mais velha, caminhava em quase total imobilidade nos seus 50 anos; e a mais velha que parecia mais jovem, ainda disposta e firme apesar de seus quase 70 anos era sua mãe. E essa mãe cuidava com toda suavidade que um bebê precisa de sua filha. Mas pela razão da vida não teria a filha que cuidar da mãe? Neste caso não. O que teria acontecido com aquela tão jovem mulher? Fiquei observando. Pensando... Meu Deus, quanta tristeza havia no seu olhar, no seu andar e quem sabe no seu coração.
Quando imediatamente foram chamadas – SIBELE de... – Era seu nome. Por destino, nos encontramos numa outra sala para troca de roupas... A mãe, uma senhora muito bem vestida, fina e educada, tornava visível sua aflição e se explica como se já nos conhecêssemos, enquanto levava sua filha ao banheiro.
- O carro, tive que deixar a algumas quadras daqui, não encontramos estacionamento livre... E continuou: Tudo isso é depressão. Já fazem 6 anos que ela está assim. Os remédios já destruíram parte de seus órgãos e muitos outros remédios precisa tomar para tratar seus efeitos. Ela fuma 50 cigarros por dia... E me olhava quase em lágrimas. Ela toma 3 litros de coca cola diariamente. O que acelera ainda mais todos seus problemas. Ela se bate e bate nas paredes de seu apartamento. Suas filhas não moram mais com ela. Uma depressão profunda que afetou toda sua família e principalmente a ela, e não sabemos mais o que fazer. Desde que assumiu a gerencia de ... E abandonou o trabalho.
Tem dias que ela não quer se levantar da cama, não vai mais ao salão cuidar do cabelo ou fazer uma unha. Dia a dia, ela fica assim, de cabaça para baixo, em silêncio, numa tristeza profunda. Quando a convencemos de fazer algo ou realizar um passeio, ela pede para cancelar depois que aceita. Agora, depois de seis anos mudamos todos seus médicos e incluímos uma nova terapia. Sou católica carismática, mas já estive em todos os lugares de oração. Na busca de uma melhora para minha filha. E ela falou, falou como se precisasse explicar sua vida, sua história... Para mim.
DEPRESSÃO Quem não vive essa realidade em sua vida? Pensei. E lembrei quando meu marido teve assim que nos casamos. Uma doença aparentemente inofensiva na primeira, segunda ou terceira caixa medicada. Uma doença que diante da geração mais medicada e viciada em drogas do mundo, não parece incomodar. Pois como disse outro dia: É remédio para animar, para acalmar, para transar, para sofrer menos, para não sofrer. É remédio para não pensar, para dormir, para não se deprimir, para não sentir. É remédio para emagrecer, para esquecer, para não sentir fome; para olhar o mundo e não enxergar a si, o outro. Deixando assim morrer todo nosso instinto de sobrevivência, todo nosso desejo de ser, como um analgésico viciante e mortal, quebrando toda nossa energia armazenada. Só não existe remédio para amar, para ser feliz. Para respeitar o outro e a si mesmo. Para sorrir verdadeiramente, para ser verdadeiro e expressar o que sentimos de fato.
Essa Senhora apenas me pediu algo simples e profundo. Algo que todos nós estamos necessitados - a oração - Ela me pediu aquilo com tanta necessidade que nunca vi algo igual e fiquei feliz por isso não sei por quê . Interseção. Vou orar sim, por SIBELE. Falei para aquela senhora enquanto seus braços me procuravam para um abraço de despedida. Uma cena que não vou esquecer tão cedo e me ensinou muito.
Você que leu tudo isso por curiosidade, por sempre ler, faça um minuto de silencio e interceda por essa senhora de nome SIBELE, por sua mãe e família e tantos outros na mesma situação que ela. Eu ainda não a esqueci. E se você está deprimida (o), não se deixe fraquejar diante deste diagnostico. Deus nos criou para sermos vencedores como ele! VENCEDORES! Lembra-se de sua morte e ressurreição? Ele os quer vencedores como ele. Vencedores de todo sofrimento e dor. De toda escravidão.

A depressão é um grande desafio da medicina e psicologia neste século e somente com Deus no nosso coração poderemos vencê-la.
*Vivido e escrito por mim Andrelina Oliveira


SENHOR, TENDE MISERICÓRDIA DE NÓS E DO MUNDO INTEIRO – PELA SUA DOLOROSA PAIXÃO.AMÉM
outubro de 2017

Inserida por andrelina_oliveira