Ministério pãodiário: Influência de uma mãe Eu agradeço a...

Influência de uma mãe

Eu agradeço a Deus . . . quando eu chamo à lembrança a fé genuína que existe em você, que habitou primeiro em. . . sua mãe. - 2 Timóteo 1: 3,5

Como advogado, como congressista, como governador de Ohio e como presidente dos Estados Unidos, William McKinley mantinha um relacionamento próximo com a mãe. Ele a visitava ou mandava uma mensagem para ela todos os dias.

Quando ela ficou gravemente doente, ele conseguiu um trem especial, pronto para levá-lo ao lado da cama. A Sra. McKinley morreu em 12 de dezembro de 1897, nos braços de seu filho de 54 anos. Suas virtudes cristãs gentis ajudaram a moldar o caráter do Presidente, pois quando ele foi morto a tiros em Buffalo, Nova York, cerca de 4 anos depois, ele não mostrou nenhuma amargura contra seu assassino. Com coragem cristã, ele disse: “A vontade de Deus seja feita”. Antes de morrer, ele pediu para ouvir novamente o hino “Mais perto, meu Deus, para Ti”, que sua mãe lhe ensinara.

Talvez você também tenha sido abençoado com uma herança cristã. Mas ao contrário de McKinley, você se desviou de Deus. Neste dia reservado para homenagear as mães, confessar seu pecado e voltar para o Senhor. Deixe que as preciosas lembranças daquela pessoa especial em sua vida, que durante todos esses anos o apontaram para Deus, despertem em seu coração um novo desejo de viver para Ele. Não dê as costas à influência da sua mãe piedosa.

Nenhum homem é pobre que tenha tido uma mãe piedosa! -Abraham Lincoln Dennis J. DeHaan

Inserida por 2019paodiario