Felipe Trombim: De repente de repente a gente veste a...

De repente

de repente a gente veste
a própria pele
e de repente a gente gosta
de repente o nosso cabelo é lindo
nossos traços únicos,
nossas medidas, nossa idade,
de repente tudo isso é confortável
de repente a nossa mente
não é a mais sã,
mas de repente, tá tudo bem

de repente o mundo
é maior que o espelho
e que a opinião alheia
de repente a gente tá só,
mas de repente a gente se basta
se confia, se cuida
e se conhece
e tá nas melhores mãos

de repente a vida é breve,
mas de repente o tempo
é a gente quem faz
e um, dez ou os quinze minutos
que sobram da hora do almoço
valem o dia ou o mês
de repente a gente respira
e se percebe respirando
e esvazia a mente
de repente a gente vive o hoje

de repente a gente é forte
e já tá pronto para o que vier
de repente a gente
não precisa estar pronto
porque a vida surpreende

de repente a gente acorda
(pra vida) e entende
que nada é de repente
que tudo é processo,
que tudo soma, transforma
e tudo acaba
inevitavelmente
inclusive aquele poema bonito
que de repente
você parou pra ler

- Felipe Trombim

Inserida por felipetrombim