Alpheu Mattos: Não fazemos o tipo equilibrado, não...

Não fazemos o tipo equilibrado, não tentamos parecer duas metades de um inteiro, somos dois seres distintos e de um modo de vida parecido. Eu sozinho já sou imperfeito, por isso nunca exigi perfeição de nenhum de nós, dois inteiros de uma duplicidade, sem demagogia. Eu sou a pessoa que chute o balde, aquela que não exita em puxar o gatilho, ela é a querosene, o ar que inflama toda essa chama, juntos podemos ser destrutivos e ao mesmo produtivos em uma fusão paradoxal. O importante é que valeu a pena até aqui, anos de reciprocidade e dedicação, você apesar de todos os flagelos que enfrentamos está sempre a frente sorrindo segurando o escudo, resiliente de suportar alguém tão megalomaníaco quanto eu, sem criar expectativas, sabemos que se o futuro chegar para nós a maior parte do empenho foi seu, e a única coisa a fazer vai ser recompensar a paciência de Jó que emprestou a mim. Nada na nossa vida tem vindo fácil, é uma batalha atrás da outra, eu queria jogar esse jogo com algo além de uma alabarda de esperança, mas enfrentamos o mal com as armas que temos, pois eu sei que apesar dos obstáculos enquanto eu estiver com você ao meu lado tudo é possível.

1 compartilhamento
Inserida por Alpheu