Um dia, daqui a alguns anos, você vai... Ricardo Ferraz

Um dia, daqui a alguns anos, você vai estar bem velhinha, regando suas plantas, retirando as folhas secas de seu jardim em vasos, ouvindo alguns pássaros que sempre visitam sua janela, na tranquilidade de seu quintal. De repente, como se algo tocasse em seu coração, no meio daquele silêncio onde se houve apenas a água pingando na torneira, vai notar que uma de suas orquídeas mais uma vez floriu escondida, a mesma, a de sempre. E quando isso acontecer, o seu passado vai vir de encontro à suas flores, ao seu dia. Vai se lembrar que muitos anos atrás havia um cara que também plantava flores no jardim de seu coração, regava uma por uma dentro de seus dias, através das cartas de amor que lhe escrevia. Vai se lembrar do seu olhar, das emoções confusas, das crises bobas de ciúmes infantis, de toda batalha pra fazer ele entender que tudo em si não era nada, e o nada pra ele muitas vezes era tudo dentro de si, que o que estava em jogo era apenas euforia, e que o principal nunca deixou de existir. Houve amor pelo tempo que foi, e ainda vai haver amor para se recordar enquanto amor ainda existir. Eu sei que vai se pegar sorrindo em suas lembranças, olhando para aquele botão em flor recém-aberto que agora enfeita sua casa, seu momento, a sua vida. E quando isso acontecer, você vai se lembrar de mim, e de um tempo distante onde a vida poderia não ter dado a oportunidade de escolha, mas seu coração escolheu amar assim mesmo ao que te fazia bem, do jeito que ele pudesse existir. Você vai se lembrar que escolheu a leveza de se encontrar na arte, e de se deitar em minhas linhas tortas de palavras simples, mas tão carregadas de sentimentos. Vai se perguntar por onde ando, e, se vivo, se ainda te guardo na memória, em meu coração.Você vai se lembrar de mim. O tempo vai passar, mas você sempre vai se lembrar de mim.
Ricardo F.

1 compartilhamento
Inserida por ricardo_ferraz_1