Hugo Paz: Os olhos da revolução Eu sou a...

Os olhos da revolução Eu sou a revolução, Sou as horas que correm rumo aso desespero Nas intempéries de minhas andanças. Navego no triunfo da causa, Para me abr... Frase de Hugo Paz.

Os olhos da revolução

Eu sou a revolução,
Sou as horas que correm rumo aso desespero
Nas intempéries de minhas andanças.

Navego no triunfo da causa,
Para me abrigar
Em meus dilemas mais profundos.

Sou a revolução de mim mesmo
E de ninguém...
Penetro nos sentidos do absurdo,
Para promover novas descobertas.

Regras primárias
Não seduzem minhas indagações.

E a revolução que desperta em mim
Não se subtrai a um propósito concreto...
Mas sim, a um encontro que me levará a desvendar
Aquilo que se perdeu.
No conflito de minhas lembranças.

1 compartilhamento
Inserida por sintonizeapoesia10