Luiz Verissimo: Depois das seis Lá se vai mais um dia e...

Depois das seis Lá se vai mais um dia e ao por do sol, o medo aflinge a noite é minha inimiga. Dela não me aprazo; muitos a aproveitam, e nela escrevem suas his... Frase de Luiz Verissimo.

Depois das seis

Lá se vai mais um dia
e ao por do sol, o medo aflinge
a noite é minha inimiga.
Dela não me aprazo;
muitos a aproveitam,
e nela escrevem suas histórias;
baladas, bebidas, amores.
Mas na vida, nem tudo são flores.
Ela pra mim tem outro sentido,
as forças não têm subsistido
aos pensamentos que me consomem,
segundos viram horas,
o sono tranforma-se em um pesadelo acordado;
as vezes penso tudo isso ser uma inverdade,
que todas noites tragam consigo,
crises intensas de ansiedade.
Pessoas almejam crescer, trabalhar, construir;
A magnitude do sonhar humano é inefável,
não cansam de idealizar,
mas nem o maior desses desejo é comparável
ao meu anseio pelo sol raiar.

1 compartilhamento
Inserida por Luizteixeira08