Ops! O pensamento foi removido e não pode ser encontrado no Pensador.
Veja outros pensamentos do mesmo autor: Priscila C. Bezerra.

Outros pensamentos que podem interessar:

É dia! São 6:45 de uma quarta-feira.. eu tô a uma semana sem redes sócias, e à 8 dias sem falar com a moça que o meu coração escolheu para amar, e zero dias sem pensar nela. Ela dorme e acorda comigo, ainda que esteja distante. ela é o primeiro pensamento do dia, e isso deveria ser bom, mas está me matando por dentro.. sinto que perdi o brilho que havia em meu olhar, não há razões para sorrir, e quando isso acontece por algum motivo corriqueiro, ou algum amigo idiota, não é mais como antes.. existe uma sombra no meu peito, tudo de repente ficou escuro, e sem sentido..
meu coração dorme e acorda chorando, cessaram as lágrimas no meu rosto, mas elas continuam a cair dentro de mim.. a moça roubou meu brilho, minha paz, e a minha alegria. E mesmo assim, ainda que eu não queira, eu a amo todos os dias.

Priscila C. Bezerra
Inserida por Prihcavalcanti

Desprenda-se
Não me coloque algemas amor.. voe comigo! não, não, não me prenda, deixe-me livre, não corte as minhas asas, eu não saberei viver sem elas. Sinta o vento em seu rosto, e deixe o sol entrar pela janela da vida. eu nasci para ser livre amor. vem voar comigo! sinta a liberdade, ela está presa em sua alma, e grita para sair... esqueça os olhares, desprenda-se.. eles sempre estiveram ali.

Priscila C. Bezerra
Inserida por Prihcavalcanti

Tu que nunca fala

Quantas vezes eu falei o que sentia, enquanto tu só me ouviu, apenas ouvia! sempre sem nada a dizer... sufocando-me com o teu silêncio, colocando-me sobre o mar morto das tuas indecisões.
Quantas vezes deixei me levar por esse olhar, que congela, acalma, seduz... cheio de tudo, e ao mesmo tempo tão vazio. Que cansativo te querer tanto assim... logo tu que nunca fala, e eu que adoro ouvir...
Tu que nunca diz que me quer, me abraça querendo ficar.

Priscila C. Bezerra
Inserida por Prihcavalcanti

Peguei meu o celular procurei o seu contato, fiquei relendo as nossas mensagens.. e um nó na minha garganta se formou... É, o tempo passou e eu não te trouxe de volta. Eu mudei os caminhos, mudei o cabelo, mudei alguns gostos, e deixei alguns hábitos... segui a vida... E hoje, é claro que vira e mexe ainda penso em você. Não sinto raiva, não sinto arrependimento, não sinto rancor, e nem vontade de voltar. Sinto só saudade, as vezes. Principalmente quando penso que tudo poderia ter sido diferente. A minha atitude foi muito forte, quase um ataque pessoal. Embora não era o que eu pretendia, mas este foi resultado.
Eu não pensei antes de agir, foi o contexto que me levou a cometer o erro. Enfim... sinto saudades de quando tu me olhava e de como era bom te ver sorrir. Olha só, um deslize e eu já tô falando do teu sorriso... um descuido e eu já tô falando sobre como era bom estar contigo. É sempre assim, não é por querer que eu penso, ás vezes em ti.. até porque eu não faço questão de lembrar essa história. Agora eu prefiro acreditar que aconteceu o que tinha que acontecer. Você chegou, ensinou o que tinha que ensinar, aprendeu o que tinha pra aprender e se foi no momento certo. E quem sabe lá na frente a gente se encontre, que nesse dia a gente já nem se reconheça mais só por questão de segurança vai que eu te deixe entrar e fique com mais uma saudade pra eu cuidar...

Priscila C. Bezerra
Inserida por Prihcavalcanti
1 compartilhamento